Quick News

Corsa Racing Banner

Vinícius Papareli teve sábado para “deletar” da memória na Copa São Paulo Light


| 9 anos atrás | Por:

Sem se abater, piloto paulista projeta retomada da liderança na próxima etapa

O último sábado (14) não foi, definitivamente, o melhor dia de corridas na carreira do jovem Vinícius Papareli (Unicerta | Academia Postural | TCM Pilates). Piloto da categoria Júnior, Papareli disputou a 3ª etapa da Copa São Paulo Light no Kartódromo Aldeia da Serra e, por diversas razões, não conseguiu atingir os objetivos traçados para o sábado.

Vinícius teve problemas no primeiro dia de treinos, quando o baixo rendimento de seu motor o impediu de trabalhar no acerto do equipamento junto com sua equipe, a D2 Motorsport. No dia seguinte, já com a deficiência de motor devidamente sanada, novos problemas, agora com o acerto do chassi, comprometeram o trabalho de Papareli e do time.

O pouco tempo que teve para ir à pista nos dois dias de treinos se refletiu na tomada de tempos, quando Vinícius Papareli – que chegara líder à 3ª etapa do Light – obteve apenas a 9ª posição no grid de largada de sua categoria, no meio do pelotão de 21 concorrentes.

Logo na largada da primeira bateria um concorrente foi jogado para fora da pista e, na volta para a pista, acertou em cheio o kart de Vinícius Papareli, que por sua vez bateu no de Matheus Leist. Os dois não passaram da curva 1 e tiveram seus karts destruídos na batida.

Na segunda bateria, largando em último, Vinícius Papareli queimou a largada quando ultrapassou três ou quatro concorrentes antes da autorização para a largada. Muito rápido – e agora dando tudo certo -, em poucas voltas o atual campeão brasileiro da Júnior já ganhava diversas posições. Extremamente concentrado e buscando recuperar todo o prejuízo do dia, Vinícius Papareli passava na reta com a cabeça abaixada e não viu quando foi sinalizado de que deveria cumprir “time penalty” pela queima de largada.

“Eu estava muito concentrado, só via meus adversários pela frente e queria superá-los, pois eu tinha um kart muito rápido. O prejuízo estava sendo grande, pois eu não tinha marcado pontos na primeira bateria, e a segunda bateria estava se mostrando uma grande chance de vencer”, explica Vinícius. “Acabei não vendo as bandeiras. Se eu tivesse visto certamente teria parado para cumprir minha penalização. Peço desculpas pelo meu erro”, admite Papareli.

Por não ter parado para cumprir a penalização, Vinícius Papareli (Unicerta | Academia Postural | TCM Pilates), que já estava em segundo, colado ao líder, acabou recebendo a bandeira preta e teve que abandonar a corrida. “Fui ver a preta apenas quando o Danilo, meu preparador, sinalizou para que eu parasse. Foi a primeira bandeira preta que recebi em minha carreira e farei de tudo para que eu nunca mais receba outra”, lamenta o piloto.

O dia negativo, no entanto, não abateu o jovem Vinícius Papareli, que buscará na próxima etapa retomar a liderança do campeonato. “Nem toda a corrida é de glórias para os pilotos, sempre tem um dia em que as coisas não dão certo, e para mim esse dia foi o último sábado”, reflete, com maturidade. “Na próxima etapa do Light certamente estarei brigando pelas vitórias e pela liderança do campeonato mais uma vez”, finaliza o piloto, que – extraoficialmente – caiu para a 3ª posição, a apenas sete pontos do líder.


Comments are closed.