Quick News

Vinícius Papareli terminou rodada do Light em 5º após sábado de altos e baixos


| 9 anos atrás | Por:

Piloto fechou 1ª bateria em segundo após largar da 19ª posição

Cumprindo mais um compromisso estabelecido por sua agenda esportiva, o paulista Vinícius Papareli (Unicerta | Academia Postural | TCM Pilates) viveu um final de semana de altos e baixos na 4ª rodada dupla da Copa São Paulo Light, disputada em Interlagos. Vinícius, que compete na categoria Júnior – da qual é o atual campeão brasileiro – buscava reassumir a liderança do campeonato.

O sábado (26) começou com a tomada de tempos, quando Vinícius teve problemas com perda de compressão no carburador de seu kart. O piloto ainda tentou segurar a mangueira de combustível buscando “limpar” a carburação, mas a medida não deu bom resultado. Assim, Vinícius partiria da 19ª posição para a disputa da primeira bateria.

A primeira bateria foi excelente para Vinícius Papareli, que, partindo da última posição, fez uma linda corrida de recuperação, superando a quase todos os adversários. Na bandeirada Papareli terminou em segundo, muito próximo do primeiro colocado. “Se a corrida tivesse mais uma volta eu talvez pudesse ter vencido”, lembra Vinícius.

Agora largando em segundo, Vinícius Papareli (Unicerta | Academia Postural | TCM Pilates) teve uma segunda bateria bem mais difícil. A largada não foi tão boa e o piloto, que compete pela equipe D2 Motorsport, acabou não conseguindo acompanhar o líder. Em uma manobra mal calculada, Papareli acabou atingindo um adversário, que saiu da pista e bateu nos pneus. Vinícius Papareli foi punido com um time-penalty, mas abandonou a pista e saiu da corrida. Na soma dos pontos ele terminou com um 5º lugar na etapa e subiu no pódio.

“Diferente da corrida anterior, quando fui penalizado de forma injusta, desta vez a punição foi correta. Fiquei muito chateado, errei e não foi de propósito, com certeza. Eu tinha tudo para brigar pela vitória. Quero me desculpar com meu adversário por tê-lo atingido”, desculpa-se Vinícius Papareli.

Comments are closed.