Quick News

Blue Tree Premium Alphaville

Victor Uchôa é campeão da Copa Nordeste de Kart


| 8 anos atrás | Por:

Sem ritmo, piloto venceu as três baterias com folga e mostrou que mantém a boa forma
O piloto potiguar Victor Uchôa ganhou e encantou em Recife no último sábado (27). Mesmo sem muito ritmo de corrida, por só ter feito uma corrida em 2012, ele aceitou o desafio de competir na terra do seu único patrocinador, a Faculdade Guararapes. Uchôa ganhou a Copa do Nordeste de Kart e venceu as três baterias entre os 16 concorrentes.
Victor revela ainda que a corrida não estava programada em seu calendário, sendo algo que ele decidiu competir alguns dias antes da prova acontecer. O campeão elogiou o nível técnico da corrida e, sobretudo, os concorrentes Guilherme Belfort, pernambucano, que foi vice-campeão e o terceiro colocado Brunno Madruga, do Rio Grande do Norte.
A sensação, ao término do desafio, foi um misto de alívio e alegria. O garotinho de 11 anos tem passado por dificuldades, sem recursos para correr fora do Brasil, ele tem feito os treinamentos em casa, com um simulador. E, por mais que a tecnologia seja avançada, ele temia ter perdido um pouco da boa forma diante dessa adaptação.
“Entrei na corrida com um frio na barriga. O pessoal todo já me conhecia e esperava que eu desse o máximo. Fiquei com medo de ficar lá atrás, mas dei o máximo que pude e foi maravilhoso. Um título para dá autoestima”, disse o campeão nordestino, lamentando que a pista de Natal vai ser demolida no dia do seu aniversário de 12 anos e não tem previsão de ser construída outra. “Vai ser justamente no meu aniversário, dia 1º de janeiro. É esse meu triste presente”, lamentou.
Victor já conquistou o título nordestino em outras duas oportunidades. Além disso, a corrida marcou o décimo título de Uchôa, que chega a marca de dez títulos conquistados em seis anos de carreira. Ainda assim, ele garante que se sentiu um principiante antes de começar a prova. “Foi como se eu nunca tivesse corrido.

Estava com um pouco de medo, mas foi só antes de começar a primeira bateria. Depois me senti em casa e tudo correu da forma mais natural possível”, revelou o piloto potiguar.
A prova garantiu a classificação do jovem para a Copa das Confederações, que acontece em novembro em Belo Horizonte. Essa corrida foi também uma preparação para a Copa dos Campeões, que acontecerá na Espanha em dezembro. Para Victor e sua equipe, a corrida em Recife significou uma motivação a mais para que o potiguar confie na vitória em Barcelona, mesmo sendo a única corrida internacional do ano.
“Não nego que diante das dificuldades, eu já pensei em desistir de sonhar na carreira de piloto do meu filho, mas essa vitória foi uma resposta de Victor para todos nós. Para mim, para nossa equipe, nossa família, para o patrocinador e para todos os seus fãs. E Victor Uchôa é assim, a gente fica muito preocupado, mas ele não perde o sorriso e a confiança”, confessou Gláucio Uchôa, pai e empresário do piloto.
Na Copa dos Campeões do ano passado, Victor Uchôa terminou como principal revelação ao conseguir 27 ultrapassagens, depois de estar na última colocação. Para esse ano, a única coisa que o pequeno fala é em conquista do título internacional, que é um dos mais importantes e concorridos do mundo.
“Quero muito conquistar esse título da Copa dos Campeões. É muito difícil, só tem piloto bom, bom não, excelente. Mas eu vou fazer tudo que puder para conquistar esse título. Sei que é possível”, confia Victor Uchôa.

Comments are closed.