Quick News

Vencedor da Indy 500, Kanaan comenta as diferenças e semelhanças com a prova quase homônima no kart


| 8 anos atrás | Por:


“Ambas são corridas longas, por isso, a estratégia conta muito, mas a tensão e o stress são completamente diferentes”, garante Kanaan

Após vencer pela primeira vez as 500 Milhas de Indianápolis neste ano, Tony Kanaan está na disputa contra mais 50 equipes para tentar levar seu nono título das 500 Milhas de Kart Beto Carrero, a mais tradicional prova do kartismo nacional, que também marca o final do ano como um grande evento de confraternização do automobilismo brasileiro.

O novo contratado da equipe Ganassi na Fórmula Indy comparou e comentou as semelhanças e diferenças entre as duas longas provas nesta quinta-feira (28). Após o primeiro treino do dia, Tony, Rubens Barrichello, Felipe Giaffone, Christian Fittipaldi, Bia Figueiredo e Adalgiso Telles, CEO do Parque Beto Carrero, se encontraram com a imprensa para um bate-papo.

“Ambas são corridas longas, por isso, a estratégia conta muito, mas a tensão e o stress são completamente diferentes. A experiência também é um fator determinante. Os melhores kartistas do Brasil andam aqui, mas por não ter a malícia e a esperteza, acabam batendo. Vivi isso muito intensamente nas 500 Milhas de Indianápolis deste ano, quando tive que abusar da estratégia para vencer”, disse Tony Kanaan, que assim como Rubens Barrichello, amigo e companheiro de equipe neste final de semana, é oito vezes campeão da prova.

Felipe Giaffone, promotor e idealizador das corridas das 500 Milhas de Kart Beto Carrero, comentou que o calor excessivo que está fazendo em Penha (SC) pode dificultar ainda mais o trabalho dos pilotos e equipamentos durante a corrida.

“A prova poderá ser um pouco diferenciada se esse calor forte persistir. A parte física irá pegar bastante, mas, pelo que tenho visto dos tempos, que tem ficado muito próximos, tem tudo para ficar bastante equilibrado”, falou o tetracampeão da Fórmula Truck.

Adalgiso Telles, CEO do Parque Beto Carrero, está animado com esta 17ª edição do evento, competição que desde 2011 faz parte do calendário do Parque. “Nossa expectativa é maravilhosa. É sempre bom receber pilotos de renome como esses que estão aqui hoje. Poder sediar essa prova em um kartódromo que fica dentro de um parque, unindo diversão e entretenimento, é maravilhoso.”

Rubens Barrichello, que, mesmo sendo o maior vencedor da competição, nunca venceu depois que a prova saiu do Kartódromo Granja Viana, em Cotia, na Grande São Paulo, busca sua nona conquista, também fala que correr nesta grande confraternização de fim de ano é muito especial.
“Tendo menos pressão e indo correr puramente pelo esporte é bem mais legal. Estamos com um equipamento muito competitivo, e estou na expectativa de poder vencer novamente – e pela primeira vez aqui em Santa Catarina”, comentou Rubens.

Christian Fittipaldi e Bia Figueiredo também elogiaram muito a organização e o evento. Quatro vezes campeão – e líder dos primeiros treinos livres realizados na última quarta-feira (27), Fittipaldi torce por uma corrida extremamente equilibrada.

“Tomara que tenhamos uma prova como a do ano passado, quando quatro karts terminaram dentro da mesma volta após 12h. Se voltarmos dois anos atrás, veremos que os dois primeiros terminaram com uma diferença de 1s5, somente. Isso mostra a dedicação e a paridade do evento: é tudo uma grande brincadeira, mas é uma brincadeira séria. Antes de entrar, todo mundo está conversando e dando risada, mas quando começa a corrida, todos vão para cima”, comentou.

Bia, que comemora seus 20 anos de carreira este ano, diz que é um prazer fazer parte de todo este espetáculo. “Para mim é um prazer fazer parte desta turma que anda junto há tanto tempo. Quando eles começaram a correr eu nem tinha idade para competir, pois tinha apenas 11 anos, mas já torcia por eles quando criança. E agora, fazendo parte disso, a gratificação é enorme”, finalizou.

O formato de disputa deste ano será o mesmo consagrado nos anteriores, com a extensão das 500 milhas (cerca de 800 km) sendo percorrida em até 12 horas com os karts de motor de 13 HP. Os times contam com número variado de pilotos (de 3 a 10).

Os treinos livres das 500 Milhas de Kart Beto Carrero continuam nesta quinta-feira às 15h10. Os treinos podem ser acompanhados pelo site da Cronoelo no site a seguir: cronoelo.com.br.

Comments are closed.