Entrevistas

MG Tires Banner

TOP KART Brasil fechou, neste sábado, a sua primeira etapa


| 7 anos atrás | Por:
Pódio da categoria Júnior

Pódio da categoria Júnior

Corridas emocionantes marcaram o sucesso desta nova forma de fazer competições de kart

Neste sábado, três de maio, o Kartódromo Brasil Kirin Arena, em Itu, no interior paulista, recebeu as finais da primeira etapa do TOP KART Brasil. A competição que chegou ao kartismo nacional com uma nova fórmula de se fazer provas, valorizando sempre os competidores e apoiadores, reuniu neste evento, nomeado por GP São Paulo, a presença de 163 pilotos separados em oito categorias distintas.

A programação deste dia foi iniciada com uma rápida sessão de aquecimento de 10 minutos onde os pilotos e equipes puderam checar todo o equipamento e deixar tudo pronto para as baterias finais, que estavam por vir.
Após uma sessão solene, onde houve a execução do hino nacional, os pilotos receberam medalhas pela participação no evento e, em seguida, os motores roncaram para valer com as baterias finais.

A primeira categoria a tomar o traçado foi a Júnior Menor. De ponta a ponta Caio Collet venceu a decisiva corrida que, diferente do que se possa parecer, foi bastante emocionante. Caio largou bem e seguiu na ponta, abrindo vantagem. Porém, a cinco voltas para o fim, seu kart passou a perder rendimento e, nas duas últimas voltas, ele teve de suar o macacão para garantir a sua vitória. Edgard Bueno Neto, que chegou em segundo, pressionou bastante e cruzou a linha de chegada a ínfimos 25 milésimos atrás do líder. Completou o pódio o piloto Paulo Coelho. Com a sua vitória, além do troféu, Collet embolsou um prêmio de R$ 2.880,00 que representou 60% do fundo de premiação desta classe.

Seguindo a programação a Cadete tomou o traçado com seus 27 karts. Um grid numeroso, por si só, já é o presságio de uma corrida emocionante. Agora, unindo-se a isso o fato dos motores sorteados as Final foi, realmente, de arrepiar. Após três voltas o primeiro pelotão se formou com nada menos que dez karts. Colados na pista estes garotos, com no máximo 10 anos, fizeram uma prova sem precedentes. Com várias ultrapassagens e alguns inevitáveis toques os vencedores, so foram revelados, realmente, na bandeirada final. Juan Zewing Filho, que também foi o pole da categoria, ficou com o título deste GP São Paulo seguido por Gabriel Crepaldi e Nicolas Fabris. A participação de Gabriel no fundo de premiação ficou em R$ 1.620,00.

Com pilotos um pouco mais experientes que os anteriores a Júnior teve uma corrida diferente. Um enrosco na largada fez com que o piloto Sérgio Crispim, que havia largada do primeira posição, conseguisse se desvencilhar do pelotão. Com isso, sem nenhuma pressão, ele impôs um ritmo impressionante e venceu a corrida com mais de 10 segundos de vantagem para o segundo colocado. A luta pela segunda posição, porém, foi bastante acirrada, chegou a envolver cinco pilotos e, ao final, quem ficou com o segundo posto foi Allan Croce seguido por Pedro Goulart, em terceiro. O prêmio em dinheiro para o campeão foi de R$ 1.800,00.

Com seus karts muito velozes e pilotos de alto nível a Sudam levou para o grid a “nata” do kartismo brasileiro. Lá na frente, porém, André Nicastro viu ainda na primeira curva o seu principal concorrente, Giuliano Raucci, se envolver em um acidente e ficar de fora da disputa pela ponta. Com isso, ele fez uma corrida sem ameaças e, com quase três segundos de vantagem venceu. Olin Galli chegou na segunda posição e Dennis Dirani, em terceiro. Nesta categoria o prêmio em dinheiro para o vencedor foi de R$ 3.960,00.

Com o maior número de inscritos do GP São Paulo do TOP KART Brasil a categoria Master foi ao grid com 39 pilotos. A corrida foi extremamente competitiva da segunda posição para trás. Lá na frente, distante de todos enroscos, Cláudio Roda, piloto da “casa”, dominou a corrida de forma muito tranquila. Ele conseguiu manter-se na frente na largada e, aos poucos, construiu uma confortável vantagem na liderança que não permitiu a aproximação de ninguém. Ao fim das 18 voltas da prova ele comemorou a vitória com quase três segundos de vantagem para Alain Sisdelli. Francesco Ventre foi o terceiro. Esta categoria, por reunir o maior número de pilotos, teve também o maior prêmio totalizando ao vencedor R$ 4.680,00.

A categoria mais rápida do TOP KART Brasil sem dúvida foi a Shifter Kart. Com feras como Rubinho Barrichello, Beto Monteiro, Gabriel Dias, dentre outros a expectativa por uma boa disputa era muito grande. Assim aconteceu. Guilherme Salas largou da ponta e manteve a primeira posição, mas, na segunda volta Rubens Barrichello fez uma manobra arrojada e assumiu a liderança. Na liderança ele seguiu por apenas duas voltas até que Salas, também muito determinado, conseguiu retomar a sua posição de origem. Barrichello até tentou buscar o jovem concorrente, mas, Salas aos poucos abriu e venceu com dois segundos de vantagem. Rubinho chegou em segundo e Gabriel Dias, que havia marcado a pole-position, em terceiro. O prêmio em dinheiro para Salas foi de R$ 1.980,00.

A IAME TaG teve João Cunha partindo da primeira posição. Após ter vencido as duas classificatórias o piloto despontava naturalmente como favorito. Acontece, porém, que apenas cinco voltas foram necessárias para que Francesco Ventre colocassem em prática a sua estratégia e assumisse a liderança da corrida. Com um kart muito veloz ele seguiu na ponta até a última volta e recebeu a bandeirada da vitória com pouco mais de dois segundos à frente de Cunha. Erick Lutum completou o pódio. Como o grid desta categoria reuniu apenas sete pilotos o prêmio do Campeão foi mais enxuto que o das demais classes, somando assim R$ 840,00.

Encerrando as atividades da primeira etapa do TOP KART Brasil a categoria local, que neste GP São Paulo foi a F4T KTT, levou para a pista os seus 17 competidores. André Benatti, o pole, caiu para segundo ainda na primeira curva. Felipe Bronovski assumiu o primeiro lugar até que, na quinta volta, Benatti reassumisse a ponta. Pedro Lima, vindo do terceiro lugar, aproveitou bem as suas oportunidades e, na 13ª volta, assumiu a ponta para não mais perdê-la até a bandeirada final. Bronovski cruzou a linha de chegada em segundo e Márcio Ocanha, em terceiro. Lima levou para casa o prêmio de R$ 1.320,00.

“Não temos palavras para agradecer a presença de todas as equipes e pilotos a este primeiro evento do TOP KART Brasil. Não é todo dia que, em uma primeira etapa de uma competição se reúne mais de 160 competidores. Partimos literalmente do zero e apresentamos aos competidores os caminhos que acreditamos, realmente, ser um novo conceito em competições. Nossos agradecimentos são extensivos aos nossos patrocinadores, que viabilizaram a realização deste evento, ao Kartódromo Brasil Kirin Arena, nossa casa nesses últimos quatro dias e a todos os oficiais e pessoal de apoio que se entregaram para o sucesso desta primeira etapa. Alguns erros aconteceram e, certamente, serão solucionados já para a prova de Santa Catarina”, comentou Pedro Sereno, diretor executivo do TOP KART Brasil.

O TOP KART Brasil conta com o patrocínio de HONDA Motores, MG Tires, RBC Preparações, Techspeed, IAME Brasil, Birel, Matrix Energy, Kart Mini, BSS Blindagens, Mega Kart, Paralego Racing, ULV Racewear, F3 Brazil Open e Sprint Race.

Acompanhe-nos na internet:
Site: www.topkartbrasil.com.br | Facebook: /topkartbrasil
Twitter: @topkartbrasil | Instagram: @topkartbrasil

Foto: Flávio Quick

Assessoria de comunicação do TOP KART Brasil
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabiola Cadar
Quick Comunicação e Marketing
Fone: +5531 9955-1420 | +5531 3225-2236
Internet: www.topkartbrasil.com.br
E-mail: imprensa@topkartbrasil.com.br

Comments are closed.