Quick News

Rodrigo Piquet: “Fomos Competitivos


| 9 anos atrás | Por:


Bicampeão brasileiro de kart, Rodrigo Piquet (Autotrac | B | Kart Mini | RBC) disputou novamente o título nacional de 2012, desta vez na categoria SUDAM, competindo com a nata do Kartismo Brasileiro, exclusiva para pilotos graduados acima dos 15 anos. As provas do Brasileiro foram disputadas no Kartódromo Internacional Beto Carrero World, em Santa Catarina, na semana de 10 a 14 de julho.

Rodrigo Piquet, que compete pela Dibo Kart Team como piloto de fábrica da Kart Mini (www.kartmini.com.br ), andou forte a semana toda terminando o campeonato na sexta colocação e demonstrou que estava pronto para disputar o título.

“Fiz uma preparação bem focada para competir na categoria, principalmente em função da restrição de peso da SUDAM. Tive que perder 12 quilos para ficar no peso da categoria. Acredito que pelos meus tempos de volta e desempenho nas baterias, eu poderia ter alcançado um resultado ainda melhor, mas enfrentei alguns problemas técnicos durante as tomadas de tempo, o que me obrigou a ter que fazer corridas de recuperação, mas isso tornou o desafio ainda mais estimulante e divertido”

Com 39 anos de idade, Rodrigo Piquet demonstrou toda sua velocidade e experiência adquirida em muitos anos de kart e em outras categorias do automobilismo.

“Na bateria pré-final fiz a segunda volta mais rápida da prova, e na bateria final fiz a terceira volta mais rápida, mesmo sendo a minha estreia na SUDAM e competindo contra 18 kartistas de alto nível. Realmente a molecada anda em um ritmo muito forte e arrisca demasiadamente na primeira curva da largada, basta observar a quantidade de acidentes que aconteciam naquele ponto. Fomos competitivos e isso me dá muito estímulo para continuar competindo”, comentou Rodrigo, sobrinho do tricampeão mundial de Fórmula 1, Nelson Piquet.

Para acompanhar outas notícias do piloto Brasiliense online é só segui-lo através do twitter no endereço http://twitter.com/RodrigoPiquet

Fonte: Piquet Sports

Foto em anexo: Maurício Villela

Comments are closed.