Copa São Paulo Light

4BTS

Quarta etapa do Light teve pegas de arrepiar em Aldeia da Serra


| 7 anos atrás | Por:
Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick

Disputas aconteceram neste sábado, dia 17, e contaram com mais de 100 pilotos na pista

Depois das disputas em Interlagos, no mês passado, a Copa São Paulo Light de Kart retornou ao Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, na região metropolitana paulista, para realizar a sua quarta rodada dupla da temporada, prova que também marcou o final do primeiro turno do Campeonato.

111 pilotos participaram das provas, separados em oito categorias, que tiveram como ponto alto a grande competitividade e rendimentos muito semelhantes entre os karts. Na parte da manhã andaram as categorias Cadete, Júnior Menor, Júnior e Sprinter. A tarde completaram a programação a Super Sênior, Sênior “A” e “B”que correram juntas e a Graduado. Esta última, por sua vez, recebeu o maior grid do dia, com 25 pilotos, que buscaram além das vitórias uma das vagas para a Seletiva de Kart Petrobras.

Outra inovação importante nesta quarta etapa do Light foi o início das corridas classificatórias para o GP RBC de Kart. A competição, que neste ano será disputada em Interlagos, no dia sete de dezembro, classificou todos os vencedores das primeiras baterias para as disputas que valerão vários prêmios na corrida final.

A programação teve início com os garotos da Cadete mostrando a garra e habilidade de sempre. Quem se deu melhor neste sábado, contudo, foi o pernambucano Rafael Câmara. Com habilidade o piloto registrou à pole-position, mas, a diferença de 25 milésimos entre os três primeiros já mostrava que as provas seriam muito acirrada. Não tinha como ser diferente. Muitas ultrapassagens, “xis” e defesas de posição tornaram as duas baterias extremamente competitivas e somente determinaram os seus vencedores na última volta. Câmara venceu a primeira prova com Bruno Monte em segundo e Leonardo Rufino, em terceiro. Bruno Monte, que também é de Recife, venceu a segunda lado a lado com Câmara, que chegou em segundo. Rufino novamente chegou em terceiro.

A Júnior Menor teve corridas bastante movimentadas. Duda Naves marcou a pole-position, mas, nas corridas, as disputas foram muito acirradas. As brigas pelas vitórias, em ambas as provas, reuniram no mínimo cinco pilotos e, o resultado, foram também muitas ultrapassagens e trocas de posição. Paulo Coelho, aproveitando-se de um enrosco na última volta, venceu a primeira corrida com Vinícius Ponce em segundo e Edgard Bueno Neto, em terceiro. Na segunda bateria o vencedor foi Caio Collet, seguido de perto por Derek Ryan e novamente Ponce.

Na categoria Júnior a pole-position ficou com Eduardo Souto. Nas corridas, porém, o domínio foi absoluto do mineiro João Pedro Guim. Muito determinado o piloto, que partiu na quarta posição na primeira prova, não demorou muito para assumir a liderança. Muito pressionado ele seguiu com muita técnica na primeira posição e, por uma pequena diferença, venceu seguido por Juan Crespi e Gustavo Zwetkoff. Na segunda bateria, com um pouco menos de pressão, ele voltou a vencer com Crespi novamente em segundo e Paulo Victor Lima, em terceiro.

Pela categoria Sprinter o líder do Campeonato Erick Lutum registrou a pole-position, mas, por uma diferença de apenas 25 milésimos para o segundo colocado. Na primeira prova, após uma boa largada, Erick conseguiu se manter no primeiro posto e, pouco a pouco, conseguiu construir uma pequena vantagem que lhe possibilitou a vitória com pouco mais de uma segundo de diferença para Rodrigo Baptista, o segundo. Nikolas Gaigalas chegou na terceira posição. Na segunda bateria quem levou a melhor foi Luiz Matheus que trouxe consigo Caio Parizzoto no segundo lugar e Gaigalas, novamente em terceiro.

Abrindo a programação da tarde as categorias Sênior e Sênior “B” competiram em um mesmo grid, porém, com pontuação distinta para cada uma das classes. Lá na frente, com a marca de 42s195 Alain Sisdelli registrou a pole-position geral. Em ambas as provas, de ponta-a-ponta, o piloto conseguiu vencer impondo um ritmo muito veloz desde as primeiras voltas impossibilitando, assim, a aproximação de qualquer concorrente. Ricardo Thomazi foi o segundo nas duas e em terceiro, chegou Vinícius Escarlate na primeira corrida e Carlos Pereira, na segunda. Já pela divisão “B” a primeira vitória ficou com Vinícius Serafim seguido por Eduardo Souza e Fernando Spessoto. Na segunda baterias, depois de uma corrida bem movimentada, o vencedor foi Alexandre Sousa com Spessoto em segundo e Serafim no terceiro lugar.

Corridas muito acirradas marcaram as duas baterias da categorias Super Sênior. Christiano Matheis, Marcos Pelli e Maique Paparelli foram destaques que protagonizaram duas baterias espetaculares. Já na tomada de tempos, Matheis, o pole, esteve separado por apenas 19 milésimos de Pelli, o segundo e menos de um décimo de Paparelli, o terceiro. Na primeira corrida os três tiveram momentos de muita tensão, apimentados ainda com a chegada de Renato Russo, que partira do quinto lugar. Com toda a sua experiência Russo ultrapassou, foi ultrapassado e então aguardou as últimas voltas para partir efetivamente para cima e vencer a corrida. Matehis chegou em segundo e Paparelli, em terceiro. Na segunda bateria Russo liderou até faltarem três voltas para o final quando teve de abandonar a corrida. Melhor para Matheis que assumiu a ponta e venceu a bateria seguido por Marcos Pelli e Fábio Figueiredo.

Encerrando a programação a categoria Graduado trouxe 25 feras para a pista que queriam as vitórias e, também, a vaga para a Seletiva de Kart Petrobras. O experiente piloto André Nicastro marcou a[pole-position, mas, ainda na segunda volta um problema no motor de seu kart o fez abandonar a corrida. A prova foi muito acirrada, mas, marcada pela atuação de um piloto. Após ter tido problemas na tomada de tempos o carioca Olin Galli partiu da última posição. Literalmente com “a faca nos dentes” o piloto fez uma corrida irretocável. Ele superou nada menos que 24 concorrentes para, com 13 voltas completadas, assumir a liderança e não mais perdê-la até a bandeirada final. Giuliano Raucci chegou em segundo e Vinícius Paparelli, em terceiro. Na segunda bateria, desta vez partindo do primeiro lugar, Olin teve a sua vida facilitada pelas intensas brigas pelo segundo lugar. Assim, com quase dois segundos de diferença para os demais, venceu novamente. Paparelli chegou em segundo e Renato Júnior, em terceiro.

A próxima etapa do Light, a quinta do ano, será disputada no Kartódromo Brasil Kirin Arena, em Itu, no dia 14 de junho. A corrida, na mesma pista do Campeonato Brasileiro, está sendo apontada como um das mais movimentadas da história do Light. Por este motivo as inscrições foram abertas com antecedência e os interessados deverão encaminhar e-mail solicitando o formulário para imc@interlagosmotorclube.com.br.

Com o objetivo de preservar os pilotos que estão participando regularmente da Copa São Paulo Light, os competidores que disputaram as três primeiras rodadas do ano terão garantida a sua pré-inscrição até o dia 30 de maio. Passado este prazo, no dia dois de junho, de acordo com a disponibilidade dos motores, serão abertas as inscrições para os demais interessados em correr a etapa.

Foto: Flávio Quick – Show dos graduados marcou a etapa

Assessoria de Comunicação da RBC Preparações de Motores
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabíola Cadar
Quick Comunicação e Marketing
Fones: 31.3225-2236 | 31. 9955-1420
E-mail: quick@quickcomunicacao.com.br

Comments are closed.