Quick News

URacer Banner

Prova de recuperação fez Artur Fortunato escalar pelotão e terminar rodada do Light em 5º


| 9 anos atrás | Por:

Quebra do motor na tomada de tempos obrigou representante de Americana (SP) a largar em 20º

Depois de ter enfrentado sérios problemas com a quebra de seu motor na tomada de tempos, o paulista Artur Fortunato (Dahruj | Brasilinvest | Jornal Todo Dia) obteve excelente recuperação e terminou a 2ª etapa da Copa São Paulo Light subindo no pódio da categoria Graduados, a mais importante do kartismo brasileiro. O evento foi disputado no último sábado (23) no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri (SP).

A tomada de tempos foi extremamente negativa para o piloto de Americana, interior de São Paulo, que viu suas chances de largar entre os primeiros se acabarem logo após completar a primeira volta. Uma quebra inesperada do motor fez com que o piloto da equipe D2 Motorsport obtivesse apenas a 20ª posição no grid de largada e o obrigasse a procurar uma prova de recuperação.

Artur Fortunato fez, efetivamente, uma bela prova de recuperação e, partindo da 20ª posição, escalou o pelotão até receber a bandeirada final em 6º, pouco mais de cinco segundos atrás do vencedor. A segunda bateria também foi positiva para Fortunato, que chegou a estar em 3º em determinado momento da corrida. Porém, uma leve perda de rendimento fez com que o piloto terminasse a segunda bateria em 5º.

A soma dos pontos fez com que Artur Fortunato (Dahruj | Brasilinvest | Jornal Todo Dia) encerrasse sua participação na etapa subindo no pódio, em 5º lugar. “Acredito que o forte ritmo que o Artur impôs na primeira bateria possa ter desgastado um pouco mais os pneus e por isso ele perdeu rendimento no fim da segunda corrida”, avalia o multicampeão Dennis Dirani, “coach” de Artur Fortunato. “Mas podemos considerar como muito positiva a participação do Artur, que cada vez mais firma-se como um dos bons nomes desta nova geração de pilotos da Graduados”, elogia o treinador.

Para Artur Fortunato, a quebra do motor na tomada de tempos atrapalhou bastante, ainda que sua recuperação tenha sido perfeita. “Eu estive rápido nas duas baterias, o que certamente teria acontecido na tomada de tempos se o motor não tivesse quebrado”, diz Fortunato. “E se eu tivesse largado mais à frente, nas primeiras filas, teria tido condições de brigar pela vitória. Mas, de qualquer forma, estou bastante satisfeito com minha atuação e com o trabalho da minha equipe”, finaliza.

Comments are closed.