Quick News

Penalização injusta tira vitória de Gabriel Paturle no Light


| 7 anos atrás | Por:

Na terceira etapa da Copa SP Light piloto foi punido por toque com adversário

A Copa São Paulo Light de Kart, uma das mais importantes competições estaduais do país, realizou no último sábado (11) a terceira rodada dupla de seu calendário anual. A sede, assim como nas duas primeiras corridas, foi o Kartódromo Aldeia da Serra, na grande São Paulo, que recebeu 119 pilotos.

Pela categoria Júnior um dos grandes destaques desta rodada foi o mineiro Gabriel Paturle (Bravar | AMG | Quake2 | RBC). Com 14 anos o piloto de Belo Horizonte tem feito uma temporada de bastante crescimento e, prova a prova, tem melhorado o seu desempenho e apresentado resultados, efetivamente, expressivos.

Para esta rodada Gabriel chegou à pista na manhã de quinta-feira quando, então, deu início à sua preparação para a corrida. Junto aos técnicos da RBC Preparações de Motores, Bravar e Quake2 o piloto desenvolveu seu equipamento bastante a cada entrada na pista. Com dedicação e muita paciência ele conseguiu melhorar seu rendimento até que no último treino de sexta foi um dos mais velozes da pista.

No sábado a primeira atividade foi a tomada de tempos. Paturle conseguiu estabelecer a marca de 40s173 ficando então com a segunda posição do grid. Na corrida, após boa largada, o piloto partiu para cima do líder com sede de vitória. Com a sua determinação de sempre, o piloto ficou durante todo o tempo no primeiro pelotão e acabou recebendo a bandeirada no terceiro lugar. Este posto, porém, lhe foi tomado pelos comissários desportivos. Segundo eles em uma das manobras de Gabriel durante a corrida ele acabou atingindo um dos adversários e, com isso, foi deliberadamente excluído da bateria, obrigando-o ainda a partir da última posição na corrida seguinte.

Paturle, com todo seu espírito de competição, não se deixou abalar e alinhou seu kart no grid de largada disposto a recuperar sua posição tomada injustamente. Após boa largada o piloto conseguiu efetuar boas ultrapassagens e, ao final das voltas da corrida, o piloto recbeu a bandeirada no terceiro lugar.

“Foi injustiçado neste fim de semana. Estava em meu melhor fim de semana do ano. Eu iria ganhar a etapa não fosse a penalização. Realmente existiu um toque, mas, foi coisa normal de corrida. Sem nenhum intenção. Não tenho como ficar satisfeito. Esta seria minha primeira vitória do ano e foi, literalmente, tomada das minhas mãos. Acho que estes comissários precisam analisar melhor as câmaras dos karts e, de for o caso, colocar gente da organização filmando a prova externamente. Quem sabe assim eles deixam de ser injustos, não é mesmo?!”, comentou indignado o piloto de 14 anos.

Foto: Lydia Reis – Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação do piloto Rafael Câmara
Quick Comunicação e Marketing
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabiola Cadar
Fone: (31) 9955-1420 / (31) 3225-2236
Email: quickcomunicacao@gmail.com

Comments are closed.