Copa São Paulo Light

BOTTO AutoGear Banner

Oitava etapa do Light acirrou disputas pelos títulos


| 8 anos atrás | Por:
Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick

Corridas muito disputas marcaram o sábado no Kartódromo Aldeia da Serra

Neste sábado, cinco de outubro, o Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, na região metropolitana de São Paulo, recebeu pilotos e equipes de várias partes do país para as disputas da oitava rodada da Copa São Paulo Light de Kart. A competição, disputada em sistema de rodada dupla, valeu pontos pela oitava etapa da competição anual, representada pela terceira prova do segundo turno.

Como tradicionalmente acontece as atividades foram separadas em dois grupos de modo que na parte da manhã andaram as classes Mirim, Cadete, Júnior Menor, Júnior e Sprinter. À tarde, completaram o cronograma, as categorias Sênior, Super Master e Graduado.

Na Mirim, abrindo a programação, o sábado foi dominado por um único piloto. Rafael Câmara, do Recife, mostrou que está completamente recuperado de uma lesão nas costelas e andou muito forte. Ele registrou a pole-position e, na primeira bateria, liderou de ponta a ponta recebendo a bandeirada na segunda posição. Na segunda corrida, como um “replay” da primeira, ele fez boa largada e seguiu na ponta enquanto que Pedro Braga e Pietro Sakzenian se enroscaram. Braga, contudo, conseguiu se desvencilhar e partiu na busca pelo líder, que já abrira dois segundos. Com um ritmo forte e impondo seguidas voltas mais rápidas ele conseguiu recuperar toda a diferença e, a duas voltas para o final, assumir a liderança. Câmara, porém, em frente ao box de sua equipe, conseguiu recuperar a liderança na abertura da última volta e, então, seguiu na frente até a bandeirada. Braga chegou em segundo e Sakzenian, em terceiro. Mesmo resultado da primeira prova.

A Cadete teve as coridas mais emocionantes da parte da manhã. Marcelo Daineze cravou a pole-position, mas, desde a largada não teve vida fácil. Rapidamente ele caiu várias posições, mas, permaneceu no pelotão que se formou. De forma fantásticas todos os pilotos se mantiveram em um único grupo durante toda a prova. Várias trocas de posições deixaram a todos no kartódromo de pé para acompanhar a prova. Com cinco líderes diferentes durante a prova o vencedor foi efetivamente definido apenas na bandeirada final, apresentada em primeiro lugar para Felipe Baptista. Gabriel Crepaldi chegou em segundo e Leonardo Rufino, em terceiro. A segunda bateria, por sua vez, parecia uma repetição da primeira. Apesar da pouca idade os pilotos mostraram que estão maduros o suficientes para fazerem corridas sem toques e, com belas ultrapassagens, proporcionaram mais um bonito espetáculo. Ao final, porém, vitória do piloto que melhor se posicionou mais uma vez nos momentos decisivos. Felipe Baptista voltou a vencer, desta vez com Leonardo Rufino em segundo e Luiz Vinícius Rosate, em terceiro.

Seguindo as competições da manhã a categoria Júnior Menor tomou o traçado. Marcel Della Coletta fez a pole-position, mas, um pneu furado o tirou completamente da disputa desta primeira bateria. Melhor para João Vitor Rosate que, em corrida muito tranquila, assumiu a liderança e manteve-se com confortável vantagem até a bandeirada final. Yanni Fontana chegou na segunda posição e Juan Andreu Neto, em terceiro. Na segunda bateria, partindo da primeira posição, Rosate aproveitou-se do bom acerto de seu chassis e não deu a menor chance aos adversários. Em uma corrida sem ameaças o piloto de Goiânia abriu quase quatro segundos de vantagem na primeira posição e comemorou bastante a vitória. Yanni foi novamente o segundo e Ginaluca Petecof foi o terceiro.

A Júnior levou à pista alguns dos principais pilotos da categoria no país. Dentre campeões de várias competições pelo país quem realmente se destacou foi o brasiliense Pedro Cardoso. Em um dia de atuação sem concorrentes o piloto marcou a pole-position, com confortável vantagem, venceu as duas corridas. Paulo Victor Lima, também muito rápido, foi penalizado por um problema na tomada de tempos. Ele registrou a volta mais rápida nas duas corridas e, como resultado, chegou em segundo na primeira prova e, terceiro, na segunda. Zaiya Fontana foi o terceiro colocado na primeira enquanto que, Rafael Martins, foi o segundo colocado, na segunda bateria.

Encerrando as atividades da manhã 12 pilotos da categoria Sprinter fizeram suas corridas. Após partir da pole-position Erick Lutum teve problemas e perdeu várias posições caindo para o meio do pelotão. Com disputas acirradas Erick se aproveitou das disputas do concorrente para escalar o pelotão e, na segunda metade da prova, já assumia a liderança. Com pouco mais de meio segundo de vantagem ele venceu a prova seguido por Antônio Matiazi e Bruno Baptista. Na segunda bateria mais uma vez a corrida foi muito disputada. Três pilotos lideraram a corrida. A disputa pelo primeiro lugar foi muito intensa até a última volta quando Lutum e Bruno Batista se enroscaram, deixando a vitória nas mãos de Luiz Matheus. Matiazi novamente foi o segundo colocado e Lucas Villela, o terceiro.

Passado o intervalo as categorias do período da tarde deram início às atividades com a Sênior. Alain Sisdelli, com o tempo de 37s596 registrou a pole-position. Na corrida, porém, ele liderava a bateria quando, na sexta volta, o motor de seu kart quebrou, obrigando-o a abandonar. Com isso, melhor para Carlos Pereira que assumiu a primeira posição e na liderança seguiu até a bandeirada final. Marcel Meneghel chegou em segundo e Eduardo Dieter, em terceiro. Em um tarde realmente inspirada Pereira largou bem na segunda prova e abriu vantagem. Sisdelli, em corrida de recuperação, fez várias ultrapassagens e na metade da prova já era o segundo. Volta a volta ele tirou a vantagem para o líder até que abriu a última volta colado no líder. Ele esperou a última curva para tentar a ultrapassagem, mas, acabou rodando e, com isso, Pereira venceu novamente. Dieter chegou em segundo e Meneghel, em terceiro.

O maior grid do sábado reuniu os pilotos da Sênior “B” e Super Sênior. A pole foi de Christiano Matheis, mas, não lhe rendeu grande vantagem. Na primeira prova Maique Paparelli, vindo do quarto lugar, conseguiu uma prova de recuperação e, aproveitando-se de briga entra Marcos Peli e Fernando Croce ele conseguiu se aproximar do primeiro pelotão, superar seus concorrentes, e vencer a prova pela ínfima diferença de 73 milésimos. Peli chegou em segundo e Croce, em terceiro. Pela categoria “B” o vencedor foi Rodrigo Vieira, seguido por Vinícius Escarlate e Eduardo conceição. Na segunda bateria, porém, a história foi diferente. Maique acabou saindo da pista ainda na segunda curva. Com isso seus concorrentes passaram a lutar pela liderança. Croce, André Matinha e Antônio Ramos brigavam pelo segundo posto enquanto que, Peli, abria na liderança. A briga pelo segundo lugar seguiu até a bandeirada que, com quase dois segundos de vantagem, foi apresentada para Peli na primeira posição. Antônio Ramos chegou em segundo e Doglas Pierosan, em terceiro. Na “B” Vieira venceu novamente com Escarlate em segundo e Conceição, em terceiro.

Encerrando o sábado de competições a Graduado tomou o traçado. Experientes pilotos e muita velocidade levantaram o público no momento em que pela primeira vez no dia o sol apareceu. A pole foi do carioca Olin Galli com 36s689. Na primeira bateria, aproveitando-se desta vantagem, ele conseguiu abrir um pouco enquanto os concorrentes brigavam pelo segundo posto. Bruno Bertoncello, Matehus Leist, André Nicastro e André Castro travavam uma verdadeira batalha pelo posto. A cinco voltas para o final, porém, Bertoncello e Nicastro se enroscaram deixando assim que Leist assumisse definitivamente o segundo posto. Galli venceu com Lesit em segundo e Nicastro, em terceiro. Na segunda bateria foi a vez de Leist vencer após uma bela prova em disputa com André Nicastro. O piloto gaúcho esperou o melhor momento e com tranquilidade passou o multicampeão, que, sem ação, seguiu no segundo lugar até a bandeirada. Vinícius Paparelli chegou em terceiro após acirrada disputa com João Vieira pelo terceiro lugar.

A Copa São Paulo Light retoma o seu calendário em novembro. A nona e penúltima etapa do ano será disputada neste mesmo Kartódromo Aldeia da Serra, no feriado de finados, dia dois.

Foto: Flávio Quick

Assessoria de Comunicação da RBC Preparações de Motores
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabíola Cadar
Quick Comunicação e Marketing

Comments are closed.