Quick News

Mahogany Personal Care Products Banner

No Light, Sergio Sette Câmara continuou sua adaptação à Júnior


| 10 anos atrás | Por:

Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick


Após ter conseguido uma boa atuação na semana anterior, quando fez sua primeira prova do ano, o piloto de 13 anos voltou para Belo Horizonte e, na quinta-feira, retornou para São Paulo para as atividades da corrida deste final de semana.

Com muita dedicação e o apoio da Sabiá Racing, no acerto dos chassis e RBC Preparações, nos motores e carburadores, o piloto continuou seu processo de aprendizado na nova classe e, em quatro treinos livres, passou vários componentes e acertos diferentes em seu kart.

No sábado o piloto partiu direto para a tomada de tempos, mas, um susto acabou por prejudicar seu desempenho. Quando deu kart estava pronto para a classificação, já no parque de manutenção dentro da pista, sobre o carrinho de transporte, um kart desgovernado da categoria anterior saiu da pista, atropelou o mecânico de Serginho e derrubou todo o seu equipamento na chão. Sem tempo para uma conferência mais detalhada, o piloto teve de fazer a tomada com o kart meio empenado e, com isso, o resultado foi muito abaixo do esperado, deixando o piloto apenas com a nona posição.

Sette Câmara estava animado para a primeira corrida, pois, largando pela parte de dentro da pista, já planejava algumas ultrapassagens logo no início. Porém, na segunda curva do traçado, um acidente à sua frente o obrigou a ir para a grama para não bater e, assim, caiu para as últimas posições. Determinado, o piloto fez grande prova de recuperação, ultrapassou vários concorrentes e recebeu a bandeirada no nono lugar. Na segunda corrida da dia, depois de largar da quinta fila, Serginho não conseguiu se desvencilhar das acirradas disputas do pelotão intermediário e, de longe, via o pelotão da frente cada vez se distanciar mais. Com um equipamento que não lhe permitia avançar mais, o piloto manteve-se na luta pelas posições deste segundo bloco e, ao final, recebeu a bandeirada no oitavo lugar.

“Infelizmente não tivemos um final de semana muito bom. Alguns concorrentes estão realmente muito rápidos e precisamos trabalhar mais no desenvolvimento dos chassis, motores, carburadores para encontrarmos um conjunto capaz de brigar pelas vitórias. De minha parte, também tenho bastante a melhorar na adaptação aos pneus. Tenho trabalhado muito com o Nicastro, meu coach, e acho que nas próximas corridas já estaremos bem mais competitivos”, explicou o representante do Banco Mercantil do Brasil | Tear Têxtil.

Acompanhe a carreira de Serginho Sette Câmara através de seu web-site. Lá estão a agenda de competições do piloto, galerias de fotos, vídeos, resultados, currículo, notícias e muito mais. Acesse: www.sergiosettecamara.com.br.

Comments are closed.