Entrevistas

URacer Banner

Mais de 100 pilotos no Open do Brasileiro de Minas


| 10 anos atrás
Foto: Flávio Quick - 30 pilotos estiveram nas largadas da categoria Sprinter.

Foto: Flávio Quick - 30 pilotos estiveram nas largadas da categoria Sprinter.

Neste sábado, dia dois de julho, o Kartódromo RBC Racing, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte, recebeu pilotos e equipes de todo o país para a disputa do Open Minas de Kart e da terceira e última prova da Fórmula Minas de Kart.

Cumprindo exatamente o esperado pelos organizadores o número de inscritos chegou a 103 pilotos sendo que, Sprinter (Novatos / Graduados / Júnior / Sudam Júnior) e Super Master (Sênior “B” e Super Sênior) reuniram os maiores grids do dia com 30 karts em cada largada.

O dia parecia ter sido encomendado para a corrida. Com um céu azul, sem nuvens e temperatura na casa dos 25º na maior parte do dia pilotos e equipes aproveitaram muito as competições para fazerem seus últimos ajustes em uma prova oficial antes do Campeonato Brasileiro, corrida que terá vez nesta mesma pista entre os dias 26 e 30 deste mês.

Ícones do automobilismo de Minas estiveram presentes durante esses dias de competição. Cristiano da Matta (ex piloto de F-1) esteve treinando na quinta-feira, mas, preferiu não correr. Clemente Faria Júnior, atualmente competindo no Troféu Línea, também esteve nos bastidores junto com Roberto Mourão, Vinícius Pimentel, Toninho da Matta e vários outros nomes importantes do esporte. Fora estes, na pista, outros nomes já consagrados deram o ar de suas apresentações como Nelsinho Piquet, Rafael Suzuki, Guilherme Silva e Guilherme Salas. Estes dois últimos atuais revelações das categorias de Fórmula no Brasil.

“Estamos muito satisfeitos de termos conseguido realizar uma competição com alto nível técnico dos pilotos e grande atenção de nossa parte em termos de organização. Queríamos que este Open fosse, também para nós, um duro teste antes do Brasileiro e acredito que conseguimos realizar a nossa proposta com grande sucesso. Detectamos pequenos detalhes a serem acertados, mas, os principais itens da competição como segurança, espaço, horários e instalações estão 100% aprovados para o nacional. Nosso Kartódromo e Minas Gerais estão de portas abertas para os pilotos de todo o país”, comentou Rafael Cançado, diretor do Kartódromo RBC Racing.

Corridas foram emocionantes

As competições deste sábado foram divididas em dois momentos. Nas primeiras horas do dia a programação do RBC Racing teve a terceira e última etapa da F-Minas de Kart. Com exceção das classes Mirim, Cadete e J-Menor, que não faziam parte do Open, todos os outros competidores participaram dos dois eventos.

Como já era esperado pelo “emborrachamento” normal que a pista passa com as atividades o recorde oficial do circuito foi quebrado por várias vezes durante os treinos e, também, nas atividades oficiais. O detentor do novo Recorde Oficial do RBC Racing é agora o mineiro João Pedro Archer que estabeleceu o tempo de 51s940 na tomada de tempos de ontem da classe Sprinter.

Na F-Minas as vitórias ficaram com Pedro Rosa Amaral na Mirim; Gabriel Gonçalves, na Cadete; Paulo Victor Lima, na Júnior Menor; Hueber Cimini Júnior, na F-400; João Pedro Archer, na Sprinter; Victor Matzembacker, Sudam Júnior; Felipe Caiado, na Super Master e Rodrigo Piquet, na Sênior “A”.

Encerradas estas provas as classes F-400, Sprinter, Super Master e Sênior “A” retornaram então para a pista para as disputas das provas do Open Minas. Mereceram grande destaque as competições da Sprinter e Super Master que, mesmo diante de 30 pilotos em cada um dos grids, as disputas foram extremamente cordiais. Os acidentes, inevitáveis diante de tantos karts, foram todos sem gravidade alguma, assegurando assim a integridade de todos os pilotos até o final do evento.

Os títulos do Open Minas de Kart 2011 ficaram respectivamente com Luiz Henrique Pinheiro, na F-400; Rafael Suzuki, na Sprinter, Victor Baptista, na Sudam Júnior; Christiano Mattheis, na Super Master e Rodrigo Piquet, na Sênior “A”.

Resultados Oficiais

OPEN MINAS
Sprinter / Sudam Júnior
1 Rafael Suzuki – 20 voltas – 17:41.367
2 João Sérgio Câmara – a 0.176
3 João Pedro Archer – a 7.218
4 Pedro Guilherme – a 9.984
5 Guilherme Salas – a 10.656
6 (SJ) Vitor Baptista – a 10.749
7 Gabriel Lopes – a 10.892
8 Nelsinho Piquet – a 12.219
9 (SJ) Victor Matzenbacker – a 17.199
10 Lucas Alves – a 18.029
11 Ariel Varella – a 20.126
12 Giorgio Ramos – a 21.211
13 Vancler Moreira – a 22.106
14 Caio Becker – a 24.843
15 Leonardo Guimarães – a 30.588
16 Carlos Eduardo – a 30.948
17 João Vitor Gontijo – a 36.395
18 (SJ) Artur Fortunato – a 37.982
19 João Pedro Santana – a 41.091
20 Victor Luz – a 41.257
21 Wilson Tacchi – a 54.136
22 Felipe Zatti – a 3 voltas
23 Gustavo Frigotto – a 25.012
24 Rafael Ferreira – a 6 voltas
25 Guilherme Silva – a 7 voltas
26 Tawher Ferreira – a 10 voltas
27 (SJ) Sérgio Sette Câmara – a 1.461
28 Lucas Nogueira – a 12 voltas
29 (SJ) Mike Kertesz – a 20 voltas
Melhor volta: João Pedro Archer – 52.117

Sênior “A”
1 Rodrigo Piquet – 20 voltas – 18:14.597
2 João Resegue – a 0.256
3 Fernando Guzzi – a 8.447
4 Anderson Faita – a 9.660
5 Ricardo Thomazi – a 10.198
6 Rodrigo Kubiczewski – a 11.408
7 Ernandes Onassis – a 8.547 (punido com a perda de três posições por atitude antidesportiva)
8 Alessandro Xavier – a 14.650
9 Yuri Carvalho – a 15.009
10 Aroldo Ferreira – a 20.088
11 Flávio Costa – a 10 voltas
12 Marcello Meneghel – a 13 voltas
Melhor volta – 54.067

Super Master
1 Christiano Mattheis – 20 voltas – 18:24.959
2 Felipe Caiado – a 1.431
3 Ângelo Gabriel – a 3.803
4 André Rocha – a 6.451
5 Flávio Kawakami – a 8.997
6 Leonardo Lanza – a 9.683
7 Antônio Canedo – a 16.543
8 José Fusco – a 17.759
9 Marcelo Solmucci – a 18.589
10 Roberto Gomes – a 19.202
11 Euvaldo Luz – a 22.186
12 Pedro da Matta – a 23.761
13 Vicente Borges – a 28.895
14 Cristiano Assaf – a 29.336
15 Júlio Rocha – a 29.819
16 Sérgio Verdi – a 1 volta
17 Glaydson Cardoso – a 1.681
18 Marcelo Cruz – a 21.887
19 Roberto Azana – a 5 voltas
20 Leonardo Silva – a 12.038
21 Bruno Fusaro – a 8 voltas
22 Carlos Savignon – a 17 voltas
23 Saul Leite Jr. – a 18 voltas
24 Igor Amaral – a 19 voltas
25 Guildner Carvalho – a 5.249
26 Fernando Buzzolo – a 5.640
27 Sidney Pereira – a 6.282
28 Fernando Pastro – a 6.711
29 José Silvino – a 8.040
30 Pedro Jacob – a 20.918
Melhor volta – Euvaldo Luz – 54.452

Super 400
1 Luiz Henrique – 20 voltas – 19:43.309
2 Leonardo Belonia – a 0.871
3 Alef Pantuza – a 2.271
4 Daniel Cançado – a 6.339
5 Ronaldo Staico – a 7.636
6 Fernando Buzzolo – a 7.991
7 Hueber Cimini – a 10.406
8 Herbert Hoepers – a 1 volta
9 Sérgio Santana – a 3 voltas
DQ Evandro Bambirra
DQ Fernando Mafuz
Melhor volta – 58.423

FÓRMULA MINAS
Mirim
1 Pedro Rosa – 10 voltas – 11:35.473
2 Ayrton Gil – a 0.143
3 Mateus Durso – a 31.191
4 Edinho Las Casas – a 1 volta
Melhor volta: Ayrton Gil – 1:08.025

Cadete
1 Gabriel Gonçalves – 13 voltas – 14:06.377
2 Léo Resende – a 0.070
3 Sinder Bitton Neto – a 0.237
4 Gustavo Zwetkoff – a 0.468
5 Vitor Miguel – a 5.764
6 Matheus Ferreira – a 8.741
7 Isabela Zatti – a 29.675
8 Paulo Neto – a 2 voltas
Melhor volta: Gustavo Zwetkoff – 1:04.115

Júnior Menor
1 Paulo Vitor – 20 voltas – 19:05.238
2 Caio Miguel – a 3.863
3 Lucca Abreu – a 7.780
4 Gabriel Sant´ana – a 1 volta
5 Pedro Piquet – a 7 voltas
Melhor volta: Paulo Vitor – 56.540

Sprinter / Sudam Júnior
1 João Pedro Archer – 20 voltas – 17:41.779
2 João Sérgio Câmara – a 2.054
3 Rafael Suzuki – a 2.639
4 Guilherme Silva – a 4.113
5 Guilherme Salas – a 11.267
6 (SJ) Victor Matzenbacker – a 11.484
7 Rafael Ferreira – a 11.829
8 Pedro Guilherme – a 14.656
9 Ariel Varella – a 17.079
10 Gabriel Lopes – a 19.031
11 (SJ) Vitor Baptista – a 20.714
12 João Vitor Gontijo – a 28.870
13 (SJ) Artur Fortunato – a 30.153
14 Victor Luz – a 30.428
15 (SJ) Sérgio Sette Câmara – a 31.835
16 Lucas Alves – a 32.862
17 Caio Becker – a 33.664
18 Vancler Moreira – a 33.978
19 Leonardo Guimarães – a 35.104
20 Gustavo Frigotto – a 38.822
21 Carlos Eduardo – a 40.857
22 Giorgio Ramos – a 1 volta
23 Felipe Zatti – a 42.320
24 Wilson Tacchi – a 3 voltas
25 Tawher Ferreira – a 11 voltas
26 João Pedro Santana – a 11 voltas
27 (SJ) Mike Kertesz – a 14 voltas
28 Nelsinho Piquet – a 18 voltas
29 Lucas Nogueira – a 20 voltas
DQ Júlio Almeida – desclassificado por falta de peso
Melhor volta: João Sérgio Câmara – 52.256

Sênior
1 Rodrigo Piquet – 20 voltas – 18:13.992
2 João Resegue – a 1.192
3 Alessandro Xavier – a 11.279
4 Fernando Guzzi – a 11.815
5 Ricardo Thomazi – a 12.275
6 Flávio Costa – a 14.210
7 Marcello Meneghel – a 14.493
8 Yuri Carvalho – a 15.507
9 Ernandes Onassis – a 18.004
10 Rodrigo Kubiczewski – a 18.974
11 Aroldo Ferreira – a 24.634
12 Anderson Faita – a 7 voltas
Melhor volta: João Resegue – 54.021

Super Master
1 Felipe Caiado – 20 voltas – 18:24.404
2 Ângelo Gabriel – a 0.763
3 Christiano Mattheis – a 1.649
4 Leonardo Lanza – a 8.154
5 Igor Amaral – a 10.267
6 Bruno Fusaro – a 12.640
7 Vicente Borges – a 13.539
8 Roberto Azana – a 13.929
9 Flávio Kawakami – a 14.453
10 Carlos Savignon – a 17.810
11 Roberto Gomes – a 20.546
12 José Fusco – a 22.292
13 Fernando Buzzolo – a 23.821
14 Marcelo Solmucci – a 26.382
15 Leonardo Silva – a 27.047
16 Guildner Carvalho – a 27.351
17 Pedro Jacob – a 27.927
18 André Rocha – a 37.083
19 Glaydson Cardoso – a 37.724
20 Sidney Pereira – a 37.966
21 Marcelo Cruz – a 41.820
22 Sérgio Verdi – a 51.306
23 Fernando Pastro – a 54.731
24 Júlio Rocha – a 54.917
25 Pedro da Matta – a 55.118
26 José Silvino – a 1 volta
27 Cristiano Assaf – a 5.931
28 Antônio Canedo – a 8.931 (punido com a perda de uma volta por atitude antidesportiva)
29 Euvaldo Luz – a 3 voltas
DQ Saul Leite Jr. (desclassificado por falta de peso)
Melhor volta: Ângelo Gabriel – 54.554

Super 400
1 Hueber Cimini – 20 voltas – 19:47.896
2 Daniel Cançado – a 1.090
3 Leonardo Belonia – a 1.653
4 Sérgio Santana – a 2.497
5 Luiz Henrique – a 2.775
6 Fernando Buzzolo – a 3.722
7 Fernando Mafuz – a 4.130
8 Alef Pantuza – a 6.875
9 Ronaldo Staico – a 7.149
10 Renato Travassos – a 7.951
11 Evandro Bambirra – a 10.507
12 Herbert Hoepers – a 22.452
13 Gil Carvalho – a 2 voltas
Melhor volta: Luiz Henrique – 58.526

Comments are closed.