Quick News

Corsa Racing Banner

Luiz Felipe Branquinho terminou Brasileiro de Kart no Top10


| 8 anos atrás | Por:
Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick

Piloto da categoria Júnior enfrentou problemas, mas, se recuperou na prova Final

Na última semana o Kartódromo Internacional de Serra, no Espírito Santo, foi o palco da primeira fase do Campeonato Brasileiro de Kart. A competição, que é realizada em etapa única, recebeu nesta primeira fase as categorias Mirim, Cadete, Super Cadete, Júnior Menor, Júnior, Sudam, Shifter, F4 Graduado e F4 Sênior. Ao todo estiveram no evento 214 pilotos representando todas as regiões do país.

Um dos destaques ao título da categoria Júnior foi o piloto goiano Luiz Felipe Branquinho (Medcomerce | SR Racing). Acostumado à grandes competições o piloto de 13 anos já compete há vários anos e entre competições no Brasil e no exterior tem um vasto currículo para contar. Depois do vice-campeonato no Super Kart Brasil, em abril, o piloto esteve na pista capixaba treinando no final do mês de junho e chegou animado para a conquista de um bom resultado.

Suas melhores pretensões, porém, foram sendo alteradas no decorrer da competição. Com um clima incerto em toda a região metropolitana de Vitória a chuva se fez presente em todos os dias da competição e, por vários momentos nos treinos, Luiz Felipe preferiu até mesmo não treinar.

Na única oportunidade que teve a pista 100% seca o piloto e sua equipe colocaram em prática tudo o que desenvolveram no treino de junho e, com a terceira marca diante de 24 concorrentes o piloto se sentiu confiante para a tomada de tempos, que aconteceria no início da tarde dia seguinte. Porém, na hora de sua classificação, novamente chovia na pista e, com o tempo de 56s432 Felipe ficou apenas com a 21ª posição para a largada das duas classificatórias.

Sem desanimar o piloto mostrou raça e determinação para escalar o pelotão, mas, diante de toques e da própria incerteza da pista ele não conseguiu extrair o melhor de seu equipamento finalizando as corridas em 20º e 15º.

O último e decisivo dia do Brasileiro foi dedicado exclusivamente às corridas Pré-Final e Final. Na primeira delas Branquinho vinha bem, já ganhara algumas posições, mas, na ânsia de escalar o pelotão, acabou sendo escorado para a parte suja do circuito e, assim, caiu várias posições. Ele ainda conseguiu voltar para a pista, mas, recebeu a bandeirada apenas com o 14º lugar.

Alinhado na sétima fila da bateria final Branquinho tinha, neste momento, a sua última tentativa de conseguir o seu melhor resultado. Assim ele o fez. Após uma boa largada o piloto conseguiu desviar dos acidentes nas duas primeiras curvas e, de forma arrojada, passou a ganhar posições. Um a um ele foi deixando seus concorrentes para trás e, ao final das 20 voltas, recebeu a bandeirada de chegada no oitavo lugar.
“Infelizmente não tivemos um Brasileiro como esperávamos. A chuva nos atrapalhou muito. Em Goiânia quase não chove e, por isso, eu não tenho muita experiência com pista molhada. Fiz o meu melhor, batalhei e acredito que terminar entre os dez primeiros foi até uma recompensa por tudo de ruim que passamos durante a semana. Agora e levantar a cabeça e voltar aos treinos para o restante da temporada”, encerrou o piloto da Medcomerce | SR Racing.

Foto: Flávio Quick – Divulgação

Assessoria de Comunicação do piloto Luiz Felipe Branquinho
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabiola Cadar

Comments are closed.