Copa São Paulo Light

Light mostra força e reúne 148 pilotos na terceira rodada


| 9 anos atrás | Por:
Foto: Flávio Quick - A categoria Graduados teve 23 pilotos e duas corridas bastante disputadas.

Foto: Flávio Quick - A categoria Graduados teve 23 pilotos e duas corridas bastante disputadas.


Novamente o Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, região metropolitana paulista, foi o palco das disputas da Copa São Paulo Light de Kart. Neste sábado, dia 14, foi disputada a terceira etapa do Campeonato e, mostrando o crescimento em relação às duas corridas iniciais, reuniu 148 pilotos.

O dia começou com uma rápida chuva, mas, que logo parou, deixando para as primeiras categorias a tomarem tempo o asfalto molhado e bastante escorregadio. No decorrer do dia o sol saiu e proporcionou aos competidores um dia de tempo firme e bastante calor.

Na parte da manhã realizaram as suas atividades as categorias Mirim, Cadete, Júnior Menor, Júnior e Sprinter. À tarde, completaram o dia de provas as classes Super Cadete, Super Sênior, Sênior e Graduados.

Na primeira corrida da Mirim o carioca Pedro Braga venceu depois de acirrada disputa pela liderança que foi protagonizada por cinco karts durante toda a prova. Gabriel Crepaldi chegou na segunda posição e Leonardo Rufino foi o terceiro. Na segunda corrida os meninos fizeram mais uma bateria bastante emocionante. Os quatro primeiros colocados andaram todo o tempo juntos e, na última volta, Gabriel Crepaldi assumiu a liderança e venceu. Pedro Braga, vencedor da primeira corrida, chegou em segundo e Leonardo Rufino cruzou a linha, novamente, na terceira posição.

A categoria Cadete teve na disputa pela ponta, na verdade, uma briga de fábricas. Paulo Coelho (Mini) e Ginaluca Petcoff (Birel) brigaram até o final e, na última volta, Petcoff conseguiu assumir a ponta vencendo a batalha. Coelho chegou em segundo e Vinícius Rosate chegou em terceiro. Na segunda corrida, mais uma vez, os dois pilotos brigaram até a última volta, mas, novamente Petcoff venceu após uma ultrapassagem na última volta. Ambos desde a largada se isolaram na frente e se ultrapassaram duas vezes durante a prova. A briga do segundo pelotão esteve muito acirrada também e finalizou liderada por Cameron Boedler, que recebeu a bandeirada na terceira posição.

A Júnior Menor teve duas corridas emocionantes. Na primeira, após partir do quarto lugar e cair para o oitavo posto João Pedro Guim fez corrida de recuperação e venceu. Sua vitória foi valorizada pela acirrada disputa com Paulo Victor Lima, Igor Melo e Yanni Fontana, mas, alguns toques durante a prova fizeram com que Melo e Guim fossem penalizados pela direção de prova que, com isso, deixou a vitória nas mãos de Paulo Victor. Na segunda corrida, com rendimento muito próximo dos dez primeiros colocados, a disputa pela liderança foi muito emocionante. Infelizmente o desfecho da prova foi determinado por um retardatário que, ao demorar a dar passagem para os líderes acabou atrapalhando o ponteiro João Pedro Guim que, com isso, acabou finalizando na segunda posição. João Vitor Rosate venceu com Caio Cunha Miguel na terceira posição.

Dando prosseguimento à manhã de corridas foi a vez da classe Júnior. Na categoria, que compete com motores de preparados, os pilotos fizeram uma grande disputa pela liderança. Zaiya Fontana, Bruno Bertoncello e Mauro Auricchio faziam grande batalha pelo primeiro lugar. Em corrida de recuperação, porém, Sérgio Sette Câmara entrou na briga e chegou a tentar a liderança, mas, acabou cruzando a linha de chegada na terceira posição, lado a lado com Bertoncello, o segundo. A vitória ficou com Zaiya. A segunda corrida foi marcada pelo abandono de dois dos pilotos que disputavam a liderança por problemas mecânicos: Zaiya Fontana e Sérgio Sette Câmara. Com isso, a pista ficou livre para que Bruno Bertoncello e Mauro Auricchio travassem um grande duelo para ponta que, somente foi definido com a vitória de Bruno na linha de chegada. Mauro cruzou na terceira posição e Pietro Rimbano ficou com o terceiro posto.

Encerrando a programação da parte da manhã a categoria Sprinter teve suas provas. O piloto Matheus Di Lorio foi o primeiro do dia a dominar completamente a etapa. Com mais de dez segundos de vantagem ele não teve dificuldades para vencer a primeira bateria. Felipe Bastos cruzou na segunda posição e Nicolas Piotto ficou com o terceiro lugar. Na segunda corrida Matheus, novamente, dominou de ponta-a-ponta. Gustavo Dal Pizzol finalizou na segunda colocação e Leandro Law chegou em terceiro.

Corridas da tarde tiveram disputas muito acirradas

As provas desta sábado recomeçaram na parte da tarde com as provas da categoria Sênior. Diogo Zucarelli perdeu a liderança no começo para Allan Synthes, que, por sua vez, foi penalizado e abandonou a corrida. Zucarelli acabou se envolvendo em um acidente com Igor Buchler que o ultrapassou e assumiu a ponta. Ricardo Thomazi, se aproveitou da situação e pulou para o segundo lugar. Ambos brigaram até a última volta pela liderança que, acabou, ficando realmente com Igor. Thomazi chegou em segundo e Rafael Martin, em terceiro. Na segunda bateria Igor Buchler dominou novamente. O piloto conseguiu manter-se na liderança e seguiu, pouco a pouco, abrindo vantagem na primeira posição. Ao final recebeu a bandeirada da segunda vitória do dia com quase dois segundos de vantagem para o carioca Marcelo Oliveira, que chegou em segundo. Na terceira posição chegou Daniel Croce, que fez prova de recuperação após ter abandonado a primeira bateria.

A categoria Super Sênior reuniu 23 pilotos dos quais vários deles com inúmeros títulos nacionais e regionais. O gaúcho Fernando Pastro dominou a primeira prova de ponta a ponta. As disputas pela segunda posição, porém, foram muito emocionantes entre Ussama Ferdinian, que chegou em segundo e Christiano Matheis, o terceiro. Na segunda bateria a experiência do piloto Fernando Croce falou mais alto e, mesmo afastado das provas do Light há algum tempo o piloto conseguiu vencer. Após uma boa recuperação na primeira bateria o piloto largou na segunda prova do quarto lugar, fez belas ultrapassagens, e venceu. Vale lembrar que Croce compete na Super Sênior, seu filho Daniel, na Sênior e dois netos competem um na Sprinter e outro, na Super Cadete. Na segunda posição desta prova chegou Ussama Ferdinian e, em terceiro, Fernando Pastro.

Como sempre acontece as provas mais esperadas do dia são sempre as da categoria Graduados. Nesta etapa 23 competidores estiveram no grid fazendo um belo espetáculo para o bom público presente no kartódromo. Mereceu destaque, porém, a corrida do goiano Yago Cesário. Após largar da ponta foi superado por seu irmão Yuri. Mas, duas voltas depois, Yuri abandonou com o pára-choques traseiro solto. Yago então seguiu na liderança sem ser ameaçado e completou as 18 voltas da prova com mais de seis segundos de vantagem para Renato Júnior, o segundo. Na terceira posição chegou John Louis. Na segunda bateria novamente o goiano Yago Cesário foi soberano e, com tranquilidade, conseguiu garantir a segunda vitória do dia. Yago partiu da pole, se garantiu no primeiro posto enquanto John Louis e Renato Júnior brigavam pela segunda posição e, no decorrer da prova, conseguiu manter a diferença entre ele e o segundo colocado em cerca de um segundo. John finalizou a etapa na segunda posição e Renato, em terceiro.

Encerrando as disputas da etapa a categoria Super Cadete realizou as suas atividades. A primeira corrida teve a sua disputa polarizada entre dois pilotos. Raikkonen Sakzenian e Gianluca Petcoff logo se distanciaram do restante do pelotão e fizeram uma corrida à parte, na luta pela liderança. Petcoff esperou até à última curva e, à exemplo do que fez na categoria Cadete, superou seu concorrente e venceu a prova. Raikkonen ainda tentou buscar a vitória, mas, por centímetros, Petcoff venceu. Guilherme Peixoto, quase quatro segundos depois, chegou em terceiro. Na segunda bateria, largando da pole-position, em virtude da vitória na primeira prova, Gianluca Petcoff seguiu tranquilo na liderança durante todas as voltas e não chegou a ser ameaçado. Com quase quatro segundos de vantagem ele recebeu a bandeirada da sua segunda vitória do dia. Guilherme Peixoto chegou em segundo e Sérgio Paiva ficou com a terceira posição.

A Copa São Paulo Light dá agora um tempo de pouco mais de um mês. A quarta rodada da competição terá vez no Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, no dia 26 de maio.

Foto: Flávio Quick – A categoria Graduados teve 23 pilotos e duas corridas bastante disputadas.

Comments are closed.