Quick News

Blue Tree Premium Alphaville

Light – Duda Naves mostra em Itu que está em franca evolução


| 7 anos atrás | Por:
Foto: Cris Reis

Foto: Cris Reis

 

Apesar do bom desempenho nas corridas, vitória está teimosamente batendo na trave

É época de Copa do Mundo daquele esporte dito “da preferência nacional” e com total atenção da mídia e do publico por ser em nosso país. Para garantir a vitória as seleções participantes buscam incessantemente o gol. Todavia, apesar do empenho e qualidade dos atacantes, nem sempre a bola entra. Algumas vezes ela chega muito perto de entrar e traduzir as emoções dos contendores e do publico em explosão de alegria, com os narradores gritando em uníssono: Na Trave!

Claro, automobilismo não tem trave. Muito menos forte presença de mídia e sua plurima de narradores. O único elo comum é a paixão dos competidores e do publico que acompanha de perto e atentamente. Porém, como no tal de ludopédio muitas vezes a vitória fica por um triz, como se estivesse batendo na trave.

Na quinta etapa da Copa São Paulo Light de Kart, disputada no ultimo sábado (14/06) no Kartódromo Arena Kirin, em Itu, no interior paulista, o kartista Duda Naves (D2 Motorsport) encerrou sua participação com o sentimento de bola na trave. Fez duas grandes apresentações, foi um dos protagonistas, lutou diretamente pelas vitórias, que “cismaram” em não sair.

Nesta temporada de 2014 Naves entrou para o time da equipe D2 Motorsport e sob os cuidados diretos de Danillo Ramalho e do “engenheiro” Renato “Pressão” Chicarelli, passou a mostrar franca evolução, provando que é dos expoentes de sua geração.

O Duda é um piloto muito rápido e, até chegar em nossa equipe, sua pilotagem era apenas intuitiva, decorrente de seu talento natural. Temos a impressão que o Duda não teve seu talento devidamente reconhecido e lapidado pelas equipes em que passou anteriormente, o que refletia em seus resultados”, esclarece Danillo Ramalho, team owner da equipe D2 Motorsport, que dá suporte ao jovem kartista paulista. “Temos focado nisso, tanto quanto no desenvolvimento de seu equipamento e isso dá para se ver, claramente, na evolução de desempenho que tem apresentado nas pistas. Ele é dedicado e muito aplicado, pelo que está descontando rapidamente o tempo perdido no aprendizado e tem tudo para ser um dos protagonistas da Junior Menor no Brasileiro”, concluiu Ramalho.

Duas na trave

Veloz como poucos, no primeiro treino livre da sexta-feira Duda estabeleceu o segundo melhor tempo, com 51s501, a apenas três milésimos de segundo da melhor volta de Caio Collet, que liderou a prática. Tudo estava perfeito e ajustado para brigar por mais uma pole position.

Na tomada de tempos classificatórios as diferenças entre os mais velozes era ínfima, com todos forçando seus karts no limite máximo de aderência. Na volta final Naves forçou ao máximo, mas na freada da Curva dos 90 acabou passando um pouquinho do ponto, com o #111 escorregando mais do que devia de frente. Quase imperceptível para os olhos humanos que acompanhavam atentamente, mas inexorável para os cronômetros. A flying lap que tinha tudo para cristalizar mais uma pole registrou 51s688, tempo de volta que ficou a 0s386 da marca estabelecida por Collet, garantidora da posição de honra. Duda Naves abriria a quarta fila do grid, com a P7 entre os 31 competidores.

Uma hora mais tarde os bólidos alinharam para a largada da primeira das duas baterias que compõem cada rodada da Copa São Paulo Light de Kart. Duda largou bem a fechou a primeira volta na quinta posição. Os sete primeiros formavam um bloco compacto, com todos andando no mesmo ritmo.

Na quinta volta de corrida Naves vislumbrou um pequeno espaço e tomou a P4 de Peixoto. Duas voltas depois superou Ponce, assumindo a P3 e partindo para o ataque sobre Bueno Neto, buscando conquistar a vice-liderança da prova. Bueno defendeu a posição e a manobra não deu certo, obrigando Naves a frear para não bater no piloto paranaense. Esperto, Peixoto não perdeu a chance e ultrapassou Duda, assumindo a P3 e trazendo consigo Ponce, que ficou com a quarta posição.

Com um ritmo fortíssimo, na volta seguinte – a décima passagem – Naves retomou o quarto posto e na volta seguinte a terceira colocação. Restavam seis voltas para a apresentação da bandeira a quadros e Duda Naves estava “na parada” dos reais candidatos à vitória. O líder Caio Collet teve problemas e abandonou, deixando a liderança para Bueno Neto e a P2 para o representante da D2 Motorsport.

Por três voltas Duda Naves pressionou Bueno Neto e era hora do tudo ou nada. Penúltima volta da corrida e Naves colou no para-choque traseiro do #112 e deu o bote na curva defronte o restaurante. Bueno Neto fechou o espaço e, novamente, Naves freou para não bater. Saindo da curva com menor rotação no propulsor, Naves foi presa fácil para José Muggiati Neto, que he tomou a P2. Duda não se deu por vencido e tentou dar o troco na freada da Curva do Parquinho. Muggiati também defendeu bem a posição e Vinicius Ponce acabou aproveitando o espaço aberto para levar o terceiro lugar de Naves.

Uma corrida fantástica, em qual qualquer um dos protagonistas poderia ficar com a vitória, que desenhou seu desfecho tão somente pelas condições apresentadas a cada um pelos deuses da velocidade.

A quarta colocação conquistada na primeira bateria determinou o posicionamento de largada de Duda Naves na segunda prova do dia. Luz verde e o compacto bloco partiu velozmente, cruzando a primeira chicane e fazendo o aprouch para a escorregadia Curva 1 do circuito. Naves largou bem e fechou a primeira volta na terceira colocação, na segunda passagem Duda deu o bote para assumir a segunda colocação da corrida, que manteve com maestria até a ultima volta da corrida.

Em que pese o ótimo desempenho, na volta final Duda acabou surpreendido por Bueno Neto na tomada da Curva do Parquinho. Naves ainda tentou retomar a posição no restante da volta, mas não conseguiu espaço para o bote e cruzou a linha de chegada na terceira colocação final.

Somados os pontos obtidos nas duas mangas, Duda Naves (D2 Motorsport) ficou com a quarta colocação na etapa, mas com a certeza que está em plena evolução e pronto para ser um dos protagonistas do Campeonato Brasileiro de Kart, que terá como palco o mesmo circuito ituano desta rodada da Copa São Paulo Light de Kart.

Comments are closed.