Quick News

Artmix Banner

Estreia de João Pedro Correa na Rotax Mini Max foi com pódio na Granja Viana


| 9 anos atrás | Por:

Piloto surpreendeu equipe já na tomada de tempos

A participação do jovem João Pedro Correa na terceira rodada da Copa São Paulo, disputada no último sábado (21) no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP), foi em clima de estreia. Mas, ainda que estivesse competindo pela primeira vez na categoria Rotax Mini Max, o piloto que representa o Grupo Blinder | Marquinhos Competições | Passoca Motorsport mostrou que não se assustou com o novo desafio.

A primeira corrida de Correa na Mini Max era encarada como um treino de adaptação à nova categoria, devido ao pouco tempo que tivera para treinar e por não estar ainda com o equipamento adequado. Treinando com um chassi antigo porque a fábrica ainda não havia entregado o novo, João Pedro foi à pista nesta condição para conhecer o traçado e “pegar a mão” da pista. “Sabíamos que os tempos seriam altos, como efetivamente foram, e o João Pedro ‘tomava’ quase dois segundos de seus concorrentes”, lembra Marcos Correa, pai do piloto.

No dia anterior à corrida a equipe Marquinhos Competições optou por usar um chassi que João Pedro utiliza na Super Cadete, mais próximo do que se usa na Mini Max, mas ainda assim o piloto só saberia como seria seu desempenho na tomada de tempos. “Fomos para a pista no sábado em clima de treino, pois sabíamos que o equipamento não estava à altura. O João Pedro já estava preparado para correr apenas para se movimentar, se aperfeiçoar”, ressalta Marcos Correa. “Mesmo assim a equipe buscou dar ao João Pedro um kart o mais competitivo possível”, explica.

Para surpresa da equipe, na tomada de tempos, limitada a seis voltas por piloto, João Pedro aparecia como o segundo mais rápido durante três voltas, mas um piloto rodou à sua frente na última volta e, assim, ele ficaria com a 6ª posição. “Achávamos, pelo que estávamos vendo, que ele ficaria na primeira ou segunda fila, mas ainda assim ficamos satisfeitos pelo que ele estava mostrando com um equipamento mais limitado”, aponta Marcos.

Na corrida, bastante disputada, João Pedro fez o que pôde e terminou, logo na estreia na Mini Max, em 6º lugar, subindo no pódio. “O João Pedro mostrou que é um bom piloto e que não está para brincadeiras. O equipamento não era o mais indicado, mas ainda assim ele mostrou-se competitivo enquanto pôde”, garante o preparador Marquinhos.

“Gosto muito de trabalhar com o João Pedro, ele é um garoto tranquilo, ouve e assimila tudo o que passamos para ele. E, quando ele abaixa a viseira, se transforma em um piloto arrojado e muito competitivo, vai ‘pra cima’ mesmo”, finaliza Tato Passoca, da Passoca Motorsports, fornecedora dos motores de João Pedro Correa (Grupo Blinder | Marquinhos Competições | Passoca Motorsport).


Comments are closed.