Entrevistas

GP Nacional de Kart foi encerrado com corridas eletrizantes e muita festa


| 2685 dias atrás | Por:
Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick


Rio Grande do Sul e Minas Gerais foram os maiores vencedores com dois títulos para cada

Foi encerrado neste sábado, 25, a terceira edição do GP Nacional de Kart IAME/RBC. A competição, que reuniu 104 pilotos no Kartódromo RBC Racing, em Vespasiano, região metropolitana de Minas Gerais, consolidou o Campeonato como um dos mais importantes da cena do kartismo nacional e reuniu um grande público para acompanhar as corridas finais.

Depois de uma quinta-feira, dedicada aos treinos livres e a sexta, onde foram realizadas as tomadas de tempos e as corridas classificatórias, o sábado foi exclusivamente dedicado às finais. As equipes colocaram o que de melhor tinham em seus equipamentos na pista e os pilotos deram o seu máximo em busca do título e, principalmente, dos valiosos prêmios nas sete categorias em disputa.

Antes das provas uma solenidade com a presença de todos os pilotos aconteceu quando estiveram presentes também o secretário estadual de esportes, Sr. Eros Biondini (representando o governador Antônio Anastasia); o presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Sr. Cleyton Pinteiro; o presidente da Federação Mineira de Automobilismo, Sr. Pedro Sereno; além de várias outras personalidades das quatro rodas em Minas Gerais.

Eros Biondini entre os pilotos Sérgio Sette Câmara e João Pedro Guim

Eros Biondini entre os pilotos Sérgio Sette Câmara e João Pedro Guim

Cadete
Após partir da primeira posição na corrida final o piloto Pedro Rosa sofreu pressão desde os primeiros instantes. Algumas voltas depois o líder acabou perdendo a liderança para Gabriel Crepaldi (SP) e também para Luiz Vinícius Rosate (GO). Ambos protagonizaram uma disputa acirrada que, apenas na última volta, foi marcada por três ultrapassagens. Na penúltima curva Rosate conseguiu a manobra definitiva e seguiu os últimos metros até a bandeirada do primeiro título do dia. Crepaldi chegou em segundo e Ayrton Gil ficou com o terceiro lugar. Com o título Rosate ganhou um chassis Mini e Crepaldi ficou com um motor Honda GX-160.

Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick

Júnior Menor
O paulista Marcel Coletta partiu da primeira posição na corrida da Júnior Menor, mas, após uma excepcional largada o mineiro Gabriel Paturle assumiu a ponta. Ainda na primeira volta, porém, ele acabou sendo superado por alguns concorrentes. A briga pelas primeiras posições foi muito intensa na primeira parte da corrida até porque o pole caiu para a quinta posição. Com uma pilotagem tranquila e muito veloz o Coletta esperou o momento certo e escalou todo o pelotão para, ao final das 22 voltas da corrida, receber a bandeirada do título. João Vitor Rosate terminou em segundo e Gabriel Paturle foi o terceiro. Pela conquista Coletta ganhou um chassis CRG e Rosate, ficou com um carburador Botto R-10.

Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick

Sprinter
A categoria Sprinter teve o piloto Evandro Bambirra partindo da primeira posição. O piloto de Governador Valadares fez uma boa largada e manteve-se na ponta, muito pressionado por Gabriel Rebouças (RN) que vinha em segundo. Duas voltas depois ambos acabaram sendo superados dando a liderança para Murilo Coletta (SP). Este, por sua vez, em uma prova irretocável seguiu sem ser ameaçado e recebeu a bandeirada do título com mais de oito segundos de vantagem para o segundo colocado, Luca Abreu. Pedro Cardoso, de Brasília, chegou em terceiro. Este resultado, porém, acabou sendo completamente alterado. Os três primeiros colocados foram desclassificados por irregularidade técnica e, com isso, o título literalmente caiu no colo de Gabriel Leão, que havia terminado a corrida na quarta posição. Júlio Wolff (MG) ficou com o vice e Nathaniel Bueno (MG), com o terceiro lugar. Com a conquista Gabriel Leão ganhou o direito de disputar o mundial X30 World, na França e Wolff ficou com um chassis Mega Kart e uma pintura de capacete de Starling Design.

Gabriel Leão ficou com o título após desclassificações

Gabriel Leão ficou com o título após desclassificações

F-400
Dando início às provas do período da tarde da F-400 teve uma prova movimentada da segunda posição para trás. Na frente, assim como aconteceu em todos os treinos e na tomada de tempos o mineiro Alef Pantuza foi unânime. Com um equipamento muito bem acertado e um estilo de pilotagem suave e muito rápido ele não demorou para abrir considerável vantagem para os demais. A disputa da segunda posição foi muito intensa e reuniu quatro pilotos que entre si se revezaram até a bandeirada. Pantuza ficou com o título com mais de cinco segundos de vantagem para André Novaes (MG), o segundo e Pedro Guilherme (MG), o terceiro. A premiação para Pantuza foi um chassis Birel e para Novaes, um motor Honda GX-390.

Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick

Super Master
Após ter largado na primeira posição da categoria Super Master o baiano Euvaldo Luz não conseguiu se posicionar bem para a primeira curva e acabou caindo para o terceiro lugar deixando a liderança com Marcelo Solmucci (MG), que trouxe consigo Bruno Fusaro (MG). Os dois primeiros abriram um pouco e, algumas voltas depois, Fusaro assumiu a ponta. Com um ritmo muito forte Bruno logo abriu vantagem. Porém, vindo em corrida de recuperação, seu companheiro de equipe Fernando Buzollo (MG) impunha um ritmo impressionante e, a três voltas para o final, assumiu a ponta da prova e venceu. Fusaro chegou em segundo e Flávio Costa (MG) ficou em terceiro. Buzollo ficou com o segundo prêmio do X30 World do dia e Fusaro ganhou um chassis Thunder.

Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick

Sênior “A”
A prova da Sênior “A” teve uma participação destacada do gaúcho José Eduardo Dieter. Assim como aconteceu na tomada de tempos e nas classificatórias o piloto não deu a menor chance para seus adversários. Com uma pilotagem precisa ele abriu uma vantagem considerável e, a partir de então, administrou esta diferença até a bandeirada final. Diogo Zucarelli (SP) chegou em segundo e Alan Synthes (SP), em terceiro. O prêmio para Dieter foi um chassis CRG e para Zucarelli, um carburador Botto R-10.

Sudam
Encerando a programação do GP Nacional IAME/RBC a Sudam tomou a pista com a corrida mais esperada do dia. A classe mais veloz da competição trouxe à pista experientes nomes do kartismo e algumas esperanças do esporte para os próximos anos. O carioca André Nicastro partiu da ponta, mas, após um toque na primeira curva caiu para a quinta posição. Sérgio Sette Câmara (MG), em manobra espetacular, conseguiu assumir a liderança. Ainda na primeira volta, porém, o piloto acabou sendo envolvido em um acidente e abandonando a prova. Muito veloz Nicastro não demorou à voltar a liderança, muito pressionado por Matheus Leist (RS), que vinha em segundo. Nitidamente mais veloz Leist analisou a trajetória do concorrente por cerca de dez voltas e, em manobra que não deu chances de recuperação à Nicastro, assumiu a liderança. Daí por diante ele abriu certa vantagem e seguiu sem ameaças até ao título. Nicastro chegou em segundo e Pedro Piquet (DF) em terceiro. Com o título Leist garantiu o terceiro kit do Mundial X30 World e um dia de testes com a equipe Cesário F-3. Nicastro ganhou um carburador Botto R-10.

Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick

“Estamos muito felizes com a realização deste terceiro GP Nacional. Conseguimos o apoio de grandes instituições como o Governo de Minas e do Banco Mercantil além de uma premiação formidável para todas as categorias. Os pilotos acreditaram em nosso evento e, com isso, tivemos o recorde de 104 inscrições. Agradecemos aos apoiadores, oficiais e a todos pela confiança e empenho. Os esperamos novamente para a Copa Brasil de Kart, em outubro, aqui mesmo no RBC Racing”, comentou Rafael Cançado, diretor do kartódromo.

O GP Nacional de Kart 2013 foi uma realização da RBC Preparações e da Federação Mineira de Automobilismo e contou com o patrocínio da IAME. Apoiaram o evento o Governo do Estado de Minas Gerais, Banco Mercantil do Brasil, MG Tires, Birel Sudam, CRG, Mini, Techspeed, Thunder, Mega Kart, Cesário Fórmula, Honda Produtos de Força, Botto Auto Gear e CBA. Na parte de logística o evento contou com a parceria da 4 BTS e do hotel Dom Otto.

Fotos: Flávio Quick – Divulgação

Assessoria de Comunicação da Federação Mineira de Automobilismo
Assessoria de Comunicação da RBC Preparações de Motores
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabíola Cadar
Quick Comunicação e Marketing

Comentários

  1. Edison Caliman disse:

    Parabéns a RBC por mais esse trabalho realizado, sempre com muito profissionalismo e dedicação, Rafael e seus comandados sempre atentos a tudo, pude ver isso no Brasileiro de kart, e não é por menos que o Paulista Light é um dos melhores campeonatos do pais, e só podia ser RBC, parabéns a todos.

  2. Parabéns a todos os envolvidos, foi um evento com uma ótima organização e profissionalismo. Fiquem com DEUS

  3. Mais uma vez Parabéns !
    Em tempo: Tiago Muriel venceu na Fórmula 1.8 as duas etapas disputadas no dia 19 de maio no Velopark em Porto Alegre.
    Os mineiros estão impossíveis !