Copa São Paulo Light

BOTTO AutoGear Banner

Em sábado “escaldante” Light realizou sétima rodada do ano.


| 9 anos atrás | Por:
Foto: Flávio Quick - A Super Sênior teve o maior número de pilotos nas provas deste sábado.

Foto: Flávio Quick – A Super Sênior teve o maior número de pilotos nas provas deste sábado.


Quase 120 pilotos estiveram nas disputas na região metropolitana paulista

Neste sábado, dia 15 de setembro, o Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri – SP, recebeu as atividades da sétima rodada da Copa São Paulo Light de Kart. Disputada em sistema de rodada dupla a competição reuniu pilotos de praticamente todas as regiões do país.

Aproveitando-se da novidade desta temporada o traçado da etapa foi, mais uma vez, utilizado em seu sentido anti-horário com a chicane na entrada da reta. Pilotos e equipes tiveram bastante trabalho no acerto dos equipamentos uma vez que esta parte lenta da entrada da reta contrastava com uma parte bastante veloz. Marcante em todo o dia o calor foi muito forte e as temperaturas atingiram a casa dos 35 graus no início da tarde.

A categoria Mirim abriu as corridas do dia. Após muitas disputas nas primeiras voltas o pequeno Gabriel Crepaldi conseguiu confirmar a sua primeira posição e chegou à vitória seguido por Leonardo Cortez e Pedro Braga. Na segunda corrida, novamente, Gabriel Crepaldi confirmou a boa fase e, de ponta a ponta, venceu. Com quase cinco segundo de diferença Leonardo Cortez chegou em segundo e Pedro Braga, em terceiro.

Empolgante corrida na primeira bateria da Cadete. Guilherme Peixoto venceu a prova após acirrada batalha. O primeiro pelotão foi formado por sete pilotos que, durante todos os momentos, se revezaram nas primeiras posições. Realmente uma bateria de “arrepiar”.  Caeron Boedler foi o segundo e Vanderlei Pacheco Jr., o terceiro. Na segunda bateria, após várias trocas de posição e uma briga eletrizante pela liderança o piloto Paulo Coelho venceu com Gianluca Petcoff em segundo e Diego Ramos ficou na terceira posição.

Outra prova bastante movimentada foi a da classe Junior Menor. Murilo Coletta venceu após uma disputa muito acirrada com Juan Crespi, Mercel Coletta, Yanni Fontana e Paulo Victor. Eles se revezaram nas primeiras posições ate que Murillo assumiu a liderança a duas voltas para o fim e ganhou. Na segunda bateria, por sua vez, o piloto Murilo Coletta venceu, após disputa apertada nas primeiras voltas contra Yanni Fontana, Paulo victor Lima e Juan Crespi. Na segunda metade da prova, porém, ele conseguiu abrir e venceu com dois segundos de vantagem. Paulo Victor chegou em segundo e Crespi foi o terceiro.

Na prova da Junior a primeira vitória ficou com Mauro Auricchio após briga intensa nas primeiras voltas. Bruno Bertoncello cruzou na segunda posição e Andre Castro foi o terceiro. Finalizando as atividades desta classe neste sábado, Mauro Auriccchio partiu na ponta e, no início, foi muito pressionado, mas, com o passar das voltas ele foi abrindo vantagem e se firmou no primeiro posto. As disputas pelo segundo lugar foram intensas entre Matheus Leist e Vinícius Paparelli. Porém, vindo em corrida de recuperação, Sérgio Sette Câmara chegou na disputa e, nas últimas voltas, os três se ultrapassaram até que Leist conseguiu firmar-se no segundo posto com Paparelli em terceiro e Sette Câmara, em quarto.

Encerrando as disputas da manha a Sprinter tomou a pista. De ponta a ponta Arthur Oliveira venceu, mas, foi penalizado com a perda de uma volta. As disputas pela segunda posição foram intensas e Bruno Batista, que cruzou em segundo, acabou sendo o vencedor. Eduardo Rangel ficou com a segunda posição. Na segunda bateria do dia, diferente da primeira corrida, desta vez o domínio ficou com Eduardo Rangel que não demorou para assumir a primeira posição. Na primeira parte da prova ele até conseguiu abrir confortável vantagem, mas, nas voltas finais, os concorrentes passaram a tirar bastante a diferença. Contudo, não o suficiente para lhe tirar a vitória. Matheus Iorio chegou em segundo e Bruno Baptista, em terceiro.

Mais calor e emoção nas provas da tarde

Passado o pequeno intervalo as classes que fizeram as suas atividades à tarde tomaram o circuito para suas tomadas de tempo e, nas sequência, as corridas. A primeira categoria a vir a pista foi a Sênior. Fernando Oizumi fez uma excelente largada mantendo-se na primeira posição enquanto Daniel Croce, Igor Buchler e Eduardo Dieter vinham brigando pelo segundo lugar. Aproveitando-se desta briga Oizumi abriu e venceu com tranquilidade. Dieter chegou em segundo e Croce, em terceiro. Na segunda corrida Oizumi venceu mas, desta vez, com maior dificuldade uma vez que Dieter fez muita pressão e acabou recebendo a bandeirada em segundo. Alan Synthes ficou com a terceira posição.

As únicas crianças que tem atividades na parte da tarde são os pilotos da Super Cadete. Na primeira corrida a vitória ficou com Gianluca Petcoff que, depois de disputas muito apertadas e várias trocas de posição conseguiu receber a bandeirada com pouco menos de meio segundo de vantagem para Guilherme Peixoto, que chegou em segundo. Vinícius Ponce ficou com a terceira posição. Na segunda corrida, por sua vez, Petcoff mais uma vez confirmou a excelente fase e, com quase cinco segundos de vantagem, venceu. Diego Ramos ficou com a segunda posição e Arthur Leist foi o terceiro.

Dando sequência na programação a categoria Super Sênior trouxe o maior número de pilotos da rodada. 21 karts estiveram alinhados no grid e as diferenças foram, realmente, muito pequenas. Após uma largada agitada Ussama Ferdinian foi superado por José França, mas, duas  curvas depois acabaram se tocando e, com isso, Marcos Pelli pulou na ponta. Daí por diante ele não mais perdeu a liderança e venceu seguido por Doglas Pierosan e André Matinha. Na segunda corrida foi a vez de Matinha vencer. Desta vez a segunda posição ficou com Peli e Pierosan foi o terceiro colocado.

Encerrando a programação do dia a categoria mais veloz do kart foi para a pista. Os pilotos da Graduado tiveram duas provas muito movimentadas com várias trocas de posição. Na primeira bateria John Louis assumira a liderança e até três voltas para o fim abrira muita vantagem. Porém, um problema em seu kart o fez perder várias e deixar a vitória nas mãos de Renato Júnior, que vinha em acirrada disputa com João Vieira. Este, por sua vez, ao tentar superar Louis acabou sendo tocado e tendo o pára-choques de seu kart quebrado. Com isso a segunda posição na corrida ficou com Alain Sisdeli e, o terceiro lugar, com Giuliano Forcolin. Na segunda corrida, com certa tranquilidade, Renato venceu de ponta a ponta. Em bela corrida de recuperação, após ter chegado no último lugar na primeira prova, chegou João Vieira. Louis recebeu a bandeirada na terceira posição, mas, foi desclassificado por falta de peso deixando, assim, o terceiro posto com Sisdeli.

A Copa São Paulo Light, já com a alteração de praças de seu calendário, retomará as disputas para a oitava etapa no dia 20 de outubro. A corrida será sediada no Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, na zona sul de São Paulo.

Foto: Flávio Quick – A Super Sênior teve o maior número de pilotos nas provas deste sábado.

Comments are closed.