Quick News

Artmix Banner

Brasil conquista a segunda vaga no Troféu Academia FIA de Kart


| 7 anos atrás | Por:
Foto: Orlei Silva- Divulgação

Foto: Orlei Silva- Divulgação

O Brasil é o único país da América Latina a ter representantes no Troféu Academia FIA, uma das mais importantes competições de kart do mundo

O Brasil passa a ter duas vagas no Troféu FIA Academia de Kart. O direito de ter dois pilotos na competição promovida e organizada pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) foi confirmada por Cleyton Pinteiro, presidente da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).

Pinteiro destaca a importância da competição, afirmando que se trata de um torneio fechado, reunindo competidores de vários países, de diferentes escolas do kartismo mundial. A segunda vaga é uma prova do prestigio do kartismo brasileiro. “Estamos dando aos pilotos brasileiros conhecerem o kartismo europeu. Este intercâmbio é importante para o kartismo brasileiro”, afirma Pinteiro.

Rubens Gatti, presidente da CNK (Comissão Nacional de Kart), órgão da CBA, frisa que a segunda vaga no Troféu Academia FIA mostra a credibilidade que o kartismo brasileiro tem junto à FIA. “O Brasil era o único país da América Latina que tinha vaga na competição. Agora amplia sua representatividade com a segunda vaga, melhorando as chances dos representantes brasileiros e projetando nossos pilotos no cenário mundial”, completa Rubens Gatti.

Quinta edição

Criado em 2010, o Troféu Academia FIA chega à sua quinta edição e reúne kartistas representando confederações filiadas à FIA, com idade mínima de 13 anos e máxima de 15 anos e 11 meses.

As três etapas deste ano serão disputadas de 12 a 15 de junho, em Genk, na Bélgica; de 11 a 13 de julho, em Wackersdors, na Alemanha; e a terceira e decisiva etapa, de 10 a 12 de outubro, em Sarno, na Itália.

Os brasileiros

Rafael Martins é o primeiro representante do Brasil na competição. Ele venceu a seletiva (categoria Júnior na Copa das Federações) e terá as despesas de inscrição, hospedagem e passagens pagas pela CBA.

O segundo representante terá que arcar com as despesas e será anunciado nos próximos dias. A escolha será entre os interessados em participar e que estejam dentro da idade limite.

Desde a primeira edição em 2010, o Brasil é representado no Troféu Academia FIA. Em 2010, Felipe Fraga disputou a primeira etapa e foi substituído nas duas seguintes por Victor Franzoni. Em 2011, Pietro Rimbano disputou a primeira etapa e foi substituído depois por Thiago Vivacqua. Em 2012, Giuliano Raucci foi o representante brasileiro e no ano passado o Brasil foi representado por Pedro Piquet, filho do tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet

………………………………………………………………………………………………………….

Comments are closed.