Quick News

Após bom início, João Vieira sofreu com problemas na 14ª Copa Brasil


| 9 anos atrás | Por:
Foto: Flávio Quick

Foto: Flávio Quick


Na Graduados, piloto andou entre os cinco mais velozes, mas, terminou apenas na 11ª posição

Foi encerrada no último sábado a 14ª edição da Copa Brasil de Kart. 152 pilotos estiveram na competição que foi disputada no Kartódromo César Francischini, em Farroupilha, no interior do Rio Grande do Sul. Pela categoria Graduado, a mais veloz do Campeonato, o estado do Tocantins foi representado pelo piloto João Vieira (Nova Era Móveis Escolares | Kart Mini | RBC).

Um dos grandes destaques da modalidade no país João deu início à sua participação ainda na quarta-feira, com treinos livres. Com chuva e pista molhada, mesma condição encontrada na quinta-feira, o piloto desenvolveu bastante o acerto de seu kart tanto na parte de chassis como de motorização. No quesito de propulsão, pela primeira vez no ano, o piloto teve equipando seu kart os motores da empresa mineira RBC Preparações.

Apesar de todo o trabalho nos treinos livres as condições climáticas mudaram completamente e a sexta-feira trouxe o sol para Farroupilha, deixando a pista seca. Assim, sem condições de um acerto ideal, o piloto seguiu para a tomada de tempos e, com a marca de 36s786, conseguiu o terceiro lugar a apenas dois décimos do pole-position. “Poderíamos ter sido ainda melhores. Um dos rolamentos estava agarrando o que, com certeza, nos fez perder um tempinho importante no final. Mas, vamos confiantes para a corrida”, comentou Antônio Vieira, pai e chefe da equipe de João.

Algumas horas depois teve início a corrida. Em uma largada muito disputada, tendo em vista os 29 pilotos no grid, João acabou perdendo uma posição, caindo para o quarto lugar. De forma estranha o piloto seguiu na pista e, volta a volta, passou a perder posições. Seu kart não era muito mais lento, mas, o suficiente para não deixá-lo acompanhar o ritmo dos demais. João já vinha em 11º quando, a nove voltas para o final, abandonou. Sua equipe logo chegou e descobriu que o carburador havia quebrado, não permitindo que o piloto acelerasse.

Já sem chances de lutar pelo título Vieira disputou no sábado a última e decisiva bateria. Com um kart rápido ele largou do 20º posto e fez uma prova de recuperação. Com ultrapassagens arrojadas ele conseguiu superar 12 concorrentes e, ao final das 25 voltas, recebeu a bandeirada na oitava posição.

“Infelizmente corridas são assim mesmo. Tem muita coisa que pode dar errado. Na tomada o kart era rápido, consegui o terceiro lugar. Mas, na primeira corrida, logo depois da largada já comecei a sentir que tinha algo errado. Continuei na pista até que o eixo do carburador quebrou de vez. Na segunda bateria vim como pude. O nivel dos pilotos na Graduados é muito alto e, quando cheguei entre os dez primeiros, acabei ficando sem espaço para continuar ultrapassando e, com isso, recebi a bandeira em oitavo”, comentou o piloto que finalizou o Campeonato com a 11ª posição geral, com três pontos conquistados.

Foto: Flávio Quick – Divulgação

Comments are closed.