Entrevistas

BOTTO AutoGear Banner

Maior Brasileiro de Kart da história foi encerrado com festa em Santa Catarina


| 146 dias atrás | Por:


Corridas emocionantes e muita competitividade revelaram mais nove campeões

Passados 15 dias de atividades, muitas disputas, alguns toques e grande competitividade foi encerrado neste sábado (22) o 52º Campeonato Brasileiro de Kart. A competição, que reuniu 522 pilotos na cidade de Penha, Santa Catarina, teve neste sábado a definição de mais nove campeões concluindo, assim, o rol dos 19 melhores pilotos do país.

Repetindo-se o que foi visto em 15 de julho, final da primeira fase, o dia da grande Final da segunda fase começou com uma solenidade. Com todos os pilotos perfilados em frente aos boxes o Hino Nacional foi entoado à capela pela cantora B´rabara Damásio e, em seguida, passaram-se às homenagens.

O primeiro homenageado foi o piloto Paulo Neto, que emagreço 50 kg para disputar o Brasileiro de Kart. Sua força e determinação foram lembrados pela CBA que lhe ofereceu um troféu idêntico ao do Campeão Brasileiro. Recebeu também uma homenagem especial o Grupo Master TV. Com os diretores Assis Gurgacz e Jorge Guirado a CBA agradeceu o incentivo e participação na conquista da transmissão das provas pelo canal Sportv. Foram homenageados ainda os senhores João Aflredo Novaes, presidente da FAUESC e Jorge Garcia, representando do Kart Clube Penha. Após uma longa queima de fogos de artifício foram iniciadas as provas.

PRECISÃO, MUITA GARRA E ULTRAPASSAGENS MARCARAM AS PROVAS

Com as imagens sendo transmitidas ao vivo pelo canal Sportv a primeira final deste sábado reuniu os pilotos da categoria Novato. O pole-position Ricardo Pinheiro (PR) assegurou-se na primeira posição e seguiu na liderança por praticamente toda a corrida. Há duas voltas para o fim, porém, ele foi ultrapassado por João Corbelini (RJ) que assumiu a liderança e cruzou a linha de chegada em primeiro. Acontece, porém, que na manobra da ultrapassagem Corbelini acabou sendo penalizado pelos comissários e, com isso, o título caiu no colo de Pinheiro. Cobelini ficou com o vice e João Felipe Marques (PR) o terceiro.

A prova da categoria Sênior contou com uma recuperação incrível. Alain Sisdeli (SP), após partir do 14º lugar, teve uma corrida de grande recuperação. Após liderar treinos e se destacar durante as classificatórias o piloto chegou à liderança na segunda metade da prova e, sem ser ameaçado, venceu com mais de um segundo para Danilo Ramalho (SP), o vice. A terceira posição ficou com João Cunha, também de São Paulo.

Reunindo um grid com 35 pilotos a categoria Super Sênior teve uma corrida extremamente agitada e que, no final, consagrou mais uma quebra de recorde neste Brasileiro. Renato Russo (SP) conquistou o seu eneacampeonato após boa corrida de recuperação. O piloto usou de toda a sua experiência para aproveitar-se de alguns incidentes que envolveram os concorrentes que mais se destacaram nas corridas classificatórias. Na antepenúltima volta, após um enrosco entre Anderson Faita, líder da prova, Júnior Pinto e Alexandre Rigon. Russo, aproveitando-se do momento, assumiu então a liderança e segurou a ponta até a bandeirada final. Fernando Pastro (RS) ficou com o vice-campeonato e em terceiro chegou Carlos Saderi (PR).

A última final do período da manhã reuniu os karts da categoria Graduado. Após as disputas naturais das primeiras voltas a luta pela liderança ficou polarizada entre Olin Galli (RJ) e Marcel Coletta (SP). Ambos trocaram de posição algumas vezes até que, na “Curva da Imprensa”, Coletta que vinha em segundo tentou colocar por dentro para a ultrapassagem. Na manobra os dois acabaram se tocando e gerando um acidente visualmente espetacular. Com isso, Pedro Goulart (RS), que vinha em terceiro, assumiu a liderança para não mais perdê-la até a bandeirada final. André Nicastro (RJ) ficou com a segunda posição e Lucas Nogueira (MG) foi o terceiro.

Encerrando as atividades da parte da manhã a categoria Sprint Race levou um de seus carros à pista para uma apresentação. Eduardo Berlanda, atual piloto da modalidade, deu várias voltas no circuito apresentando as máquinas para os kartistas. Pedro Goulart, campeão da Graduado e Alain Sisdelli, campeão da Sênior “A”, ganharam como prêmio por suas conquistas o direito de competir, em dupla, em uma das provas da temporada.

PROVAS DA TARDE ENCERRARAM A COMPETIÇÃO

A categoria Sudam Junior, que reuniu pilotos com 11 a 15 anos, teve boas disputas pela primeira posição. Tendo decidido pela participação nesta classe apenas esta semana o paulista Felipe Baptista definiu por sua participação apenas no primeiro dia de treinos. Nesta Final ele teve bastante trabalho para garantir o título. No início da prova foi pressionado por Marcel Coletta (SP) e, mais adiante por José Mugiatti Neto (PR) e Stefano Marins (SC). Com tranquilidade Felipe se assegurou na liderança e garantiu o título. Marins ficou com o vice e Mugiatti com o terceiro lugar.

Atendendo à solicitação dos pilotos a categoria Super Sênior Master foi criada para receber com os competidores com 53 anos ou mais. Em corridas que demonstraram, sobretudo, o grande espírito de competitividade e a garra dos pilotos o paranaense Jedson João Vicente garantiu o histórico primeiro título. Doglas Pierosan (PR) ficou com a segunda colocação e Luiz Pinheiro (MG) foi o terceiro.

 

Infelizmente a prova da categorias Super F4 foi a pior em termos técnicos neste sábado. Com batidas em quase todas as disputas os pilotos acabaram perdendo a oportunidade de fazerem belas corridas. O título acabou beneficiando quem melhor conseguiu se defender na pista. Matheus Coletta (SP) garantiu o título trazendo Giuliano Forcolin (SP) com o vice, Ricardo Pinheiro com a terceira posição.

Coroando a Final do maior Brasileiro de Kart da História a categoria Sênior “B” teve uma final realmente de arrepiar. Marcelo Vaz (SP), Roberto Saraiva (PA) e Marcelo Brandão (MG) logo formaram o primeiro pelotão que, na segunda parte da prova, se resumiu aos xarás Marcelo. Vaz vinha em primeiro na última volta até que, na “Curva da Imprensa” se defendeu para não ser superado. Brandão, esperto, fez o traçado convencional e, na curva seguinte, conseguiu a ultrapassagem deixando Vaz com o vice-Campeonato. Saraiva ficou com o terceiro lugar.

CATEGORIA VINTAGE TAMBÉM TEVE CAMPEÃO

Pela primeira vez competindo junto às demais categorias a categoria Vintage também definiu seu campeão. Em uma disputa baseada na regularidade a primeira posição foi conquistada por Eduardo Pimenta (SP). O vice-Campeonato ficou com Marcel Conti e, a terceira posição, com Francisco Ribeiro (PR).

Pedro Sereno, presidente da Comissão Nacional de Kart, destacou a importância do histórico Campeonato. “Estamos extremamente felizes e realizados. Com apenas quatro meses de trabalho desta nova gestão da CBA conseguimos elevar o Campeonato Brasileiro de Kart ao status de maior competição de kart da atualidade. Reunimos 522 pilotos em duas semanas e, junto a isso, todos os números que tornaram a competição como um marco que, tenho certeza, é conquista de muitas pessoas que trabalharam muito duro para isto acontecer. Agradecemos, sinceramente, a todos os participantes e esperamos, em outubro, oferecer mais um grande evento na Copa Brasil de Kart, no Kartódromo Paladino, em João Pessoa”.

Confira os resultados oficiais em: https://goo.gl/38CPgu

Fotos: Bruno Gorski – CBA

Comments are closed.