Quick News

Mahogany Personal Care Products Banner

Gabriel Paturle finalizou em sétimo a Seletiva de Kart Petrobras


| 15 dias atrás | Por:


Piloto de Belo Horizonte liderou uma das tomadas de tempo mas, foi eliminado nas classificatórias

Terminou na última quarta-feira, dia primeiro, a 19ª edição da Seletiva de Kart Petrobras. A competição, que reuniu 12 pilotos graduados que se classificaram ao longo do ano, teve vez no Kartódromo Granja Viana, em Cotia, na região metropolitana de São Paulo.

Classificado no mês de agosto, quando dominou a rodada de abertura da Taça Minas Gerais de Kart, o piloto mineiro Gabriel Paturle (Micronic) teve em 2017 a sua segunda participação no evento. A competição, que utiliza karts da organização e motores suíços Biland tem um regulamento completamente diferente de todas as demais provas pelo mundo. Cabe ressaltar que na Seletiva os karts são revezados entre os pilotos a cada atividade e o competidor leva com ele apenas a sua placa com o número. Além disso, os ajustes do kart e calibragem são determinados pelos próprios competidores, aumentando ainda mais a responsabilidade de cada um.

Para conhecer seu campeão a Seletiva Petrobras teve em 2017 três tomadas de tempos, duas corridas eliminatórias e duas finais. Paturle, com a experiência adquirida na edição do ano passado, chegou confiante para as atividades deste ano. Mesmo diante de um kart completamente diferente ao que está acostumado e um traçado, até então inédito para ele, o piloto sabia de suas reais chances de lutar pelo título.

Paturle começou bem, marcando seis pontos na primeira tomada de tempos. Depois disso, porém, o piloto passou a encontrar certa dificuldade, principalmente com a adaptação ao traçado. Pouco a pouco o piloto de 17 anos foi se acostumando, mas, de forma ainda insuficiente para lutar pelas primeiras posições. Assim, no segundo dia, após as classificatórias, Gabriel ficou com a sétima posição final, ao somar 13 pontos no Campeonato.

“Infelizmente não foi desta vez que eu consegui vencer a Seletiva. Apesar do formato do Campeonato ser bastante justo, eu estava concorrendo contra pilotos que correm pelo menos uma vez por mês na Granja. Isso faz muita diferença. Eu até que consegui me adaptar bem ao kart e ao estilo de guiada com o motor Biland, que é muito diferente. Mas, o que mais pegou foi realmente a adaptação à pista. No segundo dia eu consegui um ritmo bom e era competitivo, mas, nessa altura, já não tinha a menor chance de brigar pelo título. Fica para a próxima… Ano que vem eu ainda terei idade para lutar por esse prêmio e, quem sabe, a história poderá ser um pouco diferente”, comentou resignado o piloto de 17 anos.

Curta a fã page de Gabriel no Facebook: www.facebook.com/gabrielpaturle80

Foto: Flávio Quick – Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação do piloto Gabriel Paturle
Quick Comunicação e Marketing

Comments are closed.